“Não estávamos tendo transparência no BNDES”, diz Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro afirmou na noite desta quinta-feira (20), em sua transmissão semanal ao vivo no Facebook, que não estava havendo transparência na gestão do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) sob o comando Joaquim Levy, que pediu demissão do cargo na última semana.

"Sem entrar em detalhe, nós não estávamos tendo transparência no BNDES. Então agradeço ao senhor Joaquim Levy, que pediu demissão na semana passada, e entrou um jovem aí, o [Gustavo] Montezano", disse Bolsonaro. "Obviamente, tudo acertado, e será cumprida a questão de transparência, entre outras coisas no BNDES. O BNDES vai voltar a funcionar realmente", completou.

Bolsonaro, que desde a campanha vem adotando o discurso de abrir a "caixa-preta" do banco de fomento por supostas irregularidades durante os governos anteriores, falou pela primeira vez em falta de transparência durante seu governo.

A versão que ele mesmo havia dado no sábado (16) era que Levy seria demitido se não cancelasse a nomeação o diretor de Mercado de Capitais da instituição, Marcos Barbosa Pinto. "Já estou por aqui com o Levy. Falei para ele: 'Demita esse cara na segunda-feira ou demito você sem passar pelo Paulo Guedes'", disse Bolsonaro a jornalistas naquela ocasião.

Levy confirmou sua saída do cargo confirmada no último domingo (16) e foi substituído no dia seguinte por Gustavo Henrique Montezano, engenheiro com especialização em economia.

"Caixa preta"

À frente do banco desde o início do governo Bolsonaro, em janeiro, Levy havia aceitado o convite para o cargo no dia 12 de novembro, no início do governo de transição. Em janeiro, para sinalizar a intenção de abrir a alegada caixa-preta da instituição. o site do BNDES facilitou o acesso à consulta de alguns números já disponíveis na página do banco, como o ranking com os 50 maiores tomadores de recursos do banco nos últimos 15 anos, mas não houve a revelação de qualquer indício de irregularidade.

> Haddad defende pivô da crise entre Bolsonaro e Joaquim Levy

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!