INSS prorroga duração de auxílio-doença

O Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) decidiu nesta quarta-feira (29) prorrogar a duração do recebimento de auxílio-doença. A decisão está em portaria publicada pelo Diário Oficial da União e assinada pelo presidente do INSS, Leonardo Rolim.

> Cadastre-se e acesse de graça, por 30 dias, o melhor conteúdo político premium do país  

Todos os beneficiados terão renovado o auxílio de forma automática enquanto durar a suspensão do atendimento presencial nas agências do INSS. Os atendimentos estão suspensos para evitar aglomeração e a consequente disseminação do coronavírusO limite máximo de pedidos de prorrogação foi ampliado de dois para seis.

O auxílio-doença é um benefício pago ao empregado que comprovar incapacidade para o trabalho devido a doença ou acidente.

Para calcular o valor do benefício é feita  a média das 80% maiores contribuições do segurado, o chamado salário benefício, e multiplicado esse número por 0,91. Ou seja, o auxílio-doença será 91% do salário do benefício. O teto do auxílio-doença é o mesmo da aposentadoria: R$ 5.189,82.

>Ministério da Economia autoriza a contratação temporária de 8 mil aposentados e militares

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!