IBGE suspende concurso para o Censo após cortes no orçamento

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta terça-feira (6) que devido aos cortes no orçamento previstos para o Censo 2021, as provas dos processos seletivos para trabalhar na pesquisa não serão realizadas nas datas que estavam no cronograma dos editais em abril.

O Instituto disse ainda que aguarda um posicionamento do Ministério da Economia sobre o orçamento do Censo para avaliar com o Cebraspe, organização que elabora o processo seletivo, um novo planejamento para as provas.

O Congresso em Foco procurou a pasta, que afirmou que não vai comentar o caso.

O Congresso Nacional aprovou o orçamento de 2021 com redução de quase 90% das verbas destinadas ao IBGE. Segundo o instituto, o corte pode inviabilizar a realização do censo, feito a cada dez anos. A pesquisa era para ter sido realizada em 2020, mas foi adiada para este ano devido à pandemia.

Em março, logo após o anúncio do corte no orçamento, a presidente do órgão, Susana Cordeiro Guerra, pediu exoneração do cargo. Segundo nota divulgada pelo instituto, a saída foi motivada por questões pessoais e de família. "Ela continuará no cargo até a transição para o novo presidente a ser indicado", informou.

As provas  para agente censitário estavam marcadas para o dia 18 de abril, já para recenseador seriam realizadas dia 25.

> Após corte no orçamento, presidente do IBGE pede exoneração do cargo

Continuar lendo