EUA x Irã: Bolsa fecha em leva queda de 0,73% e dólar aumenta 0,74%

O Ibovespa fechou a semana com queda de 0,73%. As perdas no principal índice da B3, bolsa de valores paulistana, foram contidas pela alta de 4,4% nas ações preferenciais da Braskem. O braço petroquímico da Odebrecht anunciou nesta sexta-feira (3) acordo de R$ 1,7 bilhão para reparação de prejuízos a 17 mil vítimas em afundamento em Alagoas.

> Dólar tem maior alta desde a delação de Joesley e Bolsa cai, em meio à crise entre Maia e o Planalto

As ações da Petrobras fecharam em leve queda, com baixa de 0,81% das preferenciais, ou seja, com direito a voto pelos acionistas.

Já o valor do dólar frente ao real encerrou esta sexta-feira (3) subindo 0,74%, passando a valer R$ 4,056.

Os resultados acontecem no mesmo dia em que houve uma escalada no conflito entre Estados Unidos e Irã.

Após os Estados Unidos ter confirmado a autoria do ataque que matou o chefe da Guarda Revolucionária do Irã, Qassem Solemani, na última quinta (2), o preço do petróleo subiu, manifestações tomaram conta das ruas do Irã e a tensão mundial cresceu. O presidente iraniano, Hassan Rouhani, afirmou que irá resistir aos Estados Unidos e prometeu vingança.

> Bolsonaro chama retaliação de Irã aos EUA de operação quase suicida

> EUA x Irã: Bolsonaro se encontrará com Heleno antes de se posicionar

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!