Em nova projeção, BC estima crescimento zero para o PIB brasileiro em 2020

O Banco Central divulgou nesta quinta-feira (26) um relatório que projeta crescimento zero do Produto Interno Bruto brasileiro (PIB) neste ano. A publicação aponta uma queda na última avaliação do Relatório Interno que tinha projetado o crescimento do PIB para 2,2%. 

> Os principais fatos sobre a pandemia hoje

Conforme as projeções do BC, a partir de um aglomerado de informações disponíveis até a reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) dos dias 17 e 18 de março de 2020, as consequências causadas pela expansão do novo coronavírus (covid-19) foi um dos fatores que teve expressiva influência na economia e, consequentemente, na queda no crescimento do PIB. “Essa redução reflete a desaceleração de indicadores do nível de atividade econômica no final de 2019 e início de 2020 e, principalmente, os desdobramentos da pandemia de COVID-19, avaliados ainda com elevado grau de incerteza”, diz trecho do documento.

Conforme o relatório, as informações coletadas até a véspera da reunião do Copom demonstravam um abatimento no ritmo da atividade econômica no final de 2019 e início de 2020, porém sem interferência no processo de recuperação da economia brasileira. Contudo, com o surgimento do  coronavírus, seguido de uma mudança no cenário econômico mundial essa expectativa mudou. "As primeiras evidências dos impactos do surto de coronavírus indicam recuo mais expressivo da atividade em março e tendência de continuidade do movimento de retração no segundo trimestre", analisa o BC.

Apesar da queda acentuada do PIB no segundo trimestre, o Banco prevê uma elevação no crescimento nos últimos dois trimestres deste ano.

Na última terça (17), o banco internacional, Credit Suisse também revisou a projeção de crescimento do  Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil neste ano para 0%. Na avaliação dos economistas, a atividade econômica no primeiro trimestre do ano foi menos afetada pelos impactos do coronavírus, já que o país foi um dos últimos a apresentar a disseminação da doença.

Leia o relatório na íntegra

> Plano de Armínio Fraga é a saída emergencial para crise, segundo Sebrae-DF

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!