Brasil perdeu quase 11 mil vagas de trabalho formal em junho

Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta terça-feira (28) pelo Ministério da Economia, foram perdidas 10.984 vagas de emprego formal em junho. Foram 895.460 admissões e 906.444 desligamentos.

“Nada a ver com eleição”, diz Maia sobre saída do DEM e do MDB do Centrão

O resultado é melhor do que os registrados em maio (-350.303), abril (-918.286) e março (-259.917). Os dois meses anteriores à pandemia, janeiro e fevereiro, tiveram saldo positivo: no primeiro mês do ano o saldo foi de 114.786, já no segundo foi de 226.341. Na comparação com o mês anterior, junho teve 16% menos desligamentos e 24% mais admissões do que maio.

No acumulado do ano, o saldo do emprego formal fechou o primeiro semestre negativo em 1.198.363, resultado de 6.718.276 admissões e 7.916.639 desligamentos.

Veja em detalhes os números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério da Economia:

As principais informações deste texto foram enviadas antes para os assinantes dos serviços premium do Congresso em Foco. Cadastre-se e faça um test drive.

Setores

Agropecuária foi o setor com o melhor desempenho, com a abertura de 36.836 novas vagas, seguido pela construção civil que registrou saldo positivo de 17.270 postos de trabalho. Comércio e serviços registram saldos negativos com o fechamento de 16.646 e 44.891 vagas.

O secretário especial de Previdência e Trabalho, Bruno Bianco, considerou que o país tem obtido êxito no objetivo de preservar postos de trabalho. “Desde o início tivemos uma política econômica muito bem sucedida, que nos proporcionou, e está proporcionando, uma passagem pela pandemia muito menos grave do se não tivéssemos feito as lições de casa”, avaliou ele.

Retomada da economia

Bianco também considerou que a retomada econômica será melhor do que o esperado e virá em um curto espaço de tempo. “A nossa retomada já começou”, disse. “Nós estamos preservando empregos, preservando a renda dos trabalhadores, preservando empresas. Nossa economia está ativa.”

“De fato estamos vivendo a retomada econômica e temos tudo para fazê-la em ‘V’, como o ministro Paulo Guedes tem projetado. O Caged mostra que estamos trabalhando de maneira correta e com todos os meios para que o futuro do nosso país seja próspero”, avaliou.

Senado fará sessão presencial e votação poderá ser feita dentro do carro

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!