Presidente do Conselho de Administração do Banco do Brasil renuncia

O presidente do conselho de administração do Banco do Brasil, Hélio Magalhães, entregou nesta quinta-feira (1º) sua carta de renúncia ao cargo. Em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a renúncia de Magalhães foi anunciada junto da renúncia do conselheiro independente José Guimarães Monforte. O segundo encerra o mandato a partir desta sexta (2), e Monforte, a partir desta quinta.

Os dois, junto com os conselheiros Luiz Spinola e Paulo Roberto Evangelista de Lima, criticaram publicamente o nome do novo presidente do banco, Fausto de Andrade Ribeiro.

Ribeiro foi escolhido há poucas semanas por Bolsonaro para o cargo antes ocupado por André Brandão e foi visto como inapto para o cargo, já que não possuiria experiência de gestão para levar o banco à frente.

Ainda em sua carta de renúncia tornada pública nesta quinta-feira (1º), Hélio Magalhães afirmou que o governo de Jair Bolsonaro vem tratando com "reiterado descaso” as empresas de capital aberto no país, caso do Banco do Brasil.


> Conheça a MP editada pelo governo para melhorar o ambiente de negócios

Continuar lendo