Após Fachin anular condenações de Lula, Bolsa cai 3,3% e dólar encosta em R$ 5,80

O índice Ibovespa, que já estava em queda durante toda a segunda-feira, entrou em desvalorização ainda mais acentuada após a decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), de anular as condenações do ex-presidente Lula na Lava Jato. Às 16h15, o indicador registrava queda de 3,3%, a 111,7 mil pontos.

Com a decisão de Fachin, Lula volta a ser elegível e poderá disputar as eleições de 2022.

O dólar, que passou o dia relativamente estável, teve subida repentina após o anúncio da decisão do ministro, e chegou a R$ 5,78, alta de quase 2%. Às 16h15, a moeda norte-americana era cotada à R$ 5,76, subida de 1,5%.

> Para advogados, decisão sobre Lula é correta e com timing político

> Jaques Wagner acredita em candidatura de Lula, mas pede que PT não se antecipe

Continuar lendo