Youtuber defensora de Bolsonaro é vítima de ataque homofóbico

A jovem de 32 anos Karol Eller foi agredida por um homem no Rio de Janeiro enquanto estava no bairro Barra da Tijuca, com sua namorada. Ela levou socos e pontapés até ficar desacordada.

>Justiça manda Ancine retomar edital de séries com temática LGBT

Karol é funcionária da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e amiga do quarto filho do presidente Jair Bolsonaro, Jair Renan.

Em seu perfil no Instagram, ela compartilhou mensagem de um amigo que diz que ela está a base de remédios e sendo cuidada na casa de um amigo, na Barra da Tijuca.

“Está  com rosto bem inchado, não pode falar direito e não enxerga muito bem do olho”, diz o vídeo compartilhado por ela.

Karol Eller também publicou uma foto antes de ter sido agredida e afirmou que iria comentar  a agressão quando se recuperasse:

“Gostaria que vcs lembrassem de mim com esse rosto! Deus tá no comando de tudo. Agora estou sem condições de falar ou fazer vídeos explicando! Mas quando eu estiver bem eu volto pra falar com vcs! Obrigada a todos pelo suporte. Orem por mim”.

Karol é ativa nas redes sociais e tem mais de 79 mil inscritos no Youtube. Constantemente ela é vista em festas com o filho mais novo de Jair Bolsonaro, Jair Renan.

Com quase 80 mil inscritos no YouTube, ela aparece neste vídeo entrevistando outra importante voz do bolsonarismo, o deputado Marco Feliciano (PSC-SP).

>TV Brasil censura clipe de Arnaldo Antunes que cita milicianos

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!