Personalidades lamentam morte de Dom Pedro Casaldáliga

O bispo emérito da Prelazia de São Félix, Dom Pedro Casaldáliga, de 92 anos, morreu na manhã deste sábado (8), em decorrência de uma pneumonia. Um dos mais expressivos representantes da Teologia da Libertação, o religioso dedicou sua vida religiosa ao trabalho social.

Conhecido como "padre do povo", Dom Pedro Casaldáliga atuou em defesa dos povos indígenas e pela luta contra a violência no campo. Também participou da fundação da Pastoral da Terra e do Conselho Indigenista Missionário, organização ligada à Igreja Católica brasileira e foi uma importante figura no combate à ditadura militar. Pelas redes sociais, personalidades lamentaram a morte do religioso.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) saudou a vida de Dom Pedro:

A deputada Benedita da Silva (PT-RJ) também lamentou a morte do religioso e lembrou sua luta contra a ditadura militar.

O colega Leonardo Boff relembrou o trabalho de Dom Pedro:

A deputada Sâmia Bomfim (PSOL) falou sobre a luta do religioso:

O grupo Tortura Nunca Mais também homenageou Dom Pedro:

PT também lamentou a perda de Dom Pedro:

A deputada Erika Kokay(PT-DF) também comentou:

O deputado Reginaldo Lopes(PT-MG)disse que o legado de Dom Pedro é eterno:

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!