Oposição estima 50 mil manifestantes contra Bolsonaro no vale do Anhangabaú

Manifestantes contrários ao governo Bolsonaro se organizaram na região do Vale do Anhangabaú, no centro da cidade. O ato que compõe o Grito dos Excluídos contou com participação de líderes políticos da esquerda como a deputada federal Gleisi Hoffmann (PT) e o vereador paulista Eduardo Suplicy (PT). Ato ocorre paralelamente à manifestação bolsonarista na Avenida Paulista.

“Todos nós queremos a vida, o amor, a solidariedade, a fraternidade. (...) Estamos expressando nosso sentimento de poder viver em um Brasil solidário, fraterno e sem citação ao ódio, onde possamos sim preservar os valores daqueles que querem que o nosso presidente da República venha de fato cumprir os objetivos fundamentais da Constituição Brasileira”, declarou Suplicy ao anunciar sua participação no ato.

Além de lideranças políticas, também participam representantes de movimentos populares como a presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) Bruna Brelaz. “Hoje, o vale do Anhangabaú em São Paulo é palco de resistência. Estamos nas ruas contra esse governo genocida. Estamos nas ruas pela democracia, pela vida e pela educação”, afirma nas redes sociais.

Gleisi Hoffmann (PT) foi uma das participantes do ato. Arquivo pessoal/Gleisi Hoffmann

João Paulo Rodrigues, coordenador nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) também compareceu. “Hoje dia de nós defendermos a independência popular, democracia e soberania de nosso Brasil, dia de gritar fora Bolsonaro, vamos às ruas de cabeça erguida e com a tranquilidade dos justos!   Vamos às ruas com nossos  símbolos, máscaras e com Amor!”, publicou em seu perfil no Twitter sobre o ato. O ativista afirma que o ato em São Paulo conta com mais de 50 mil participantes.

Gleisi Hoffmann parabenizou os demais participantes nas redes sociais, e também aproveitou o espaço para comentar sobre as últimas declarações de Jair Bolsonaro. "Os discursos de Bolsonaro escancaram o medo que ele tem da Justiça. Terá de explicar de onde veio o dinheiro para bancar seus atos de intimidação. E parabéns à militância que participou, de cabeça erguida, de mais um Grito dos Excluídos. Nossa causa é a pauta do povo!".

A ação no Vale do Anhangabaú é parte do Grito dos Excluídos, manifestação anual que historicamente ocorre há 27 anos em diversos estados brasileiros. Pela manhã, uma ação equivalente ocorreu em Brasília, também acontecendo paralelamente à manifestação bolsonarista na capital federal.

> “Digo aos canalhas que não serei preso”, discursa Bolsonaro em SP

> O que é o Conselho da República, que Bolsonaro diz que vai convocar para mostrar “foto”

 

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito.
Mantenha o Congresso em Foco na frente.
JUNTE-SE A NÓS

Continuar lendo