Imprensa silenciada. Entidades se pronunciam sobre assassinato de jornalista.

O jornalista brasileiro, Leonardo Veras foi executado a tiros no Paraguai, na noite desta quarta-feira (12). Ele cobria questões ligadas ao tráfico de drogas na fronteira entre Brasil e o Paraguai. O profissional denunciou para veículos locais e brasileiros que sofria ameaças constantes pela cobertura que realizava no país vizinho.

>“Queremos o Luciano Huck em 2022”, diz líder do Cidadania

Na manhã desta quinta-feira (13), a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), a Associação Nacional de Editores de Revistas (Aner) e a Associação Nacional de Jornais (ANJ) lamentaram o assassinato do jornalista por meio de nota.

Segundo as entidades "os assassinatos de comunicadores têm por objetivo intimidar o livre exercício do jornalismo e impedir o direito dos cidadãos de serem plenamente informados". Veja a nota na íntegra:

“Baixaria com características de difamação”, afirma Maia sobre acusações contra jornalista

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!