Brasil é o país que mais matou travesti e transexuais em 2019

No Brasil, 124 transexuais e travestis foram assassinador em 2019. Este resultado coloca o país em 1º lugar no ranking mundial. Os números são da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (Antra) e foram divulgados em primeira mão pelo O Globo.

> “Com Abuso de Autoridade não pode mais prender jornalista”, brinca Moro

As vítimas foram majoritariamente do gênero feminino (97%), negras (82%), do Nordeste (36%) e com idade entre 15 e 29 anos (59,2%). Segundo revelou o jornal, três vítimas tinham 15 anos, destas, duas foram apedrejadas até a morte, a terceira vítima foi espancada e enforcada.

> Congresso em Foco é homenageado na Câmara por defender os direitos LGBTI

Os números apontam ainda, que 67% das vítimas eram travestis e mulheres transexuais que trabalhavam com prostituição.

Outro problema que será apontado pelo relatório e que foi adiantado pelo Globo, é que os formulários de atendimento a vítimas de violência "não incluem marcadores de orientação sexual e/ou identidade de gênero", o que faz com que haja uma subnotificação dos casos.

> Condenado por chefiar milícia será candidato à prefeitura no RJ

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!