Apoio à democracia diminuiu durante governo Bolsonaro, aponta pesquisa

A nova pesquisa Datafolha aponta que o apoio à ditadura cresceu no país no primeiro ano de governo Bolsonaro. Em 2018, 13% da população apoiava um regime antidemocrático, já em 2019 o número subiu para 22%. A mesma pesquisa também aponta que para 62% dos brasileiros, a democracia é a melhor forma de governo. Em 2018 este número era de 69%.

> Suspeito de atentado contra Porta dos Fundos é filiado ao PSL

Os entrevistados que apontam que é preferível uma ditadura em certas circunstâncias permaneceu estável em 12%. Os números foram divulgados pela Folha de S. Paulo.

A pesquisa também mostrou que o apoio a regimes ditatoriais pode estar ligado a falta de estudo. Os números mostram que para 85% dos entrevistados com nível superior de escolaridade a democracia é sempre o melhor governo. O apoio a democracia cai para 48% entre aqueles que tem apenas o ensino fundamental.

Segundo os dados da pesquisa, 81% das pessoas com famílias de renda mensal superior a dez salários mínimos acreditam ser a democracia o melhor dos regimes. Já para as famílias que ganham até dois salários o apoio cai para 53%.

O Datafolha ouviu 2.948 pessoas nos dias 5 e 6 de dezembro, em 176 municípios de todo o país. A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos.

> Militar presidente do ICMBio aplica restrições de vestimenta pra servidores

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!