Sócio do “doleiro dos doleiros” é preso no Paraguai

O doleiro Bruno Farina, investigado pela Operação Lava Jato e alvo de pedido de prisão na operação Câmbio Desligo, foi preso no Paraguai no fim da noite de ontem (quarta, 26). Farina era sócio comercial de Dario Messer, apontado como “doleiro dos doleiros”.

Farina foi preso pela Interpol na cidade paraguaia de Hernandarías. Investigado por corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, organização criminosa e evasão de divisas na operação Câmbio Desligo, fase da Lava Jato deflagrada em maio, ele era procurado pelas autoridades no Paraguai desde terça (25).

Nova etapa da Lava Jato vai atrás de doleiros que movimentaram US$ 1,6 bilhão

Em junho, quando já era foragido da Justiça brasileira, Farina tentou negociar condições para se entregar e colaborar com as investigações. Ele pode ser condenado a até 30 anos de prisão.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!