Senador encontrado com dinheiro nas nádegas é um dos mais fiéis a Bolsonaro

O senador Chico Rodrigues (DEM-RR), encontrado com dinheiro na cueca durante Operação Desvid-19, que apura desvios de recursos da saúde em Roraima, é um dos congressistas mais fiéis ao governo de Jair Bolsonaro no Senado. De acordo com a ferramenta do Congresso em Foco que mede o governismo dos deputados e senadores, Chico Rodrigues foi fiel a Bolsonaro em 97% das votações nominais em plenário. No Senado, o alinhamento médio ao governo é de 87%.

Entre os senadores de seu partido - excluído o presidente Davi Alcolumbre, que não vota em todas as ocasiões - Chico Rodrigues é o mais alinhado ao governo. Seus 97% de governismo estão quatro pontos percentuais acima da média de alinhamento de seu partido.

Entre os congressistas de Roraima, Chico também é o mais governista, com mais de 10 pontos percentuais acima dos conterrâneos Telmário Mota (Pros) e Mecias de Jesus (Republicanos)

Além do alinhamento político, o senador emprega em seu gabinete, desde 2019, um primo dos filhos de Bolsonaro: Leonardo Rodrigues de Jesus, conhecido como Léo Índio. Como comissionado do gabinete de Chico Rodrigues, Léo Índio recebe salário de R$ 22,9 mil mensais.

> Senador flagrado com dinheiro na cueca deve deixar vice-liderança do governo

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!