Lava Jato: PF prende ex-secretário nacional de Justiça de Temer

Nova fase da Operação Lava Jato prendeu nesta quinta-feira (5) sete pessoas até o momento. Entre elas, Astério Pereira dos Santos, que foi secretário nacional de Justiça do governo Michel Temer no ano de 2017.

>Congresso mantém veto de Bolsonaro ao orçamento impositivo

O procurador aposentado do Ministério Público do Rio de Janeiro também comandou a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária no governo de Rosinha Garotinho, entre 2003 e 2006, no Rio de Janeiro. As acusações contra o ex-secretário e os outros envolvidos ainda não foram divulgadas pela PF.

Nessa nova fase da Lava Jato, a PF deve cumprir nove mandados de prisão, sendo seis de prisão preventiva e três temporárias, além de 32 ordens de busca e apreensão. Astério se aposentou do Ministério Público do Rio de Janeiro para assumir o cargo no governo federal. Com isso, perdeu o foro privilegiado. Com isso, o inquérito foi enviado para a primeira instância, onde atua o juiz Marcelo Bretas, que determinou sua prisão.

>Partidos articulam frente progressista para disputar eleições sem o PT

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!