Senado dá posse ao senador mais jovem da história e outros 53. Veja a lista completa

Os 54 senadores eleitos em outubro passado tomaram posse nesta sexta-feira (1º) no Plenário. Eles representam dois terços da composição da Casa e terão oito anos de mandato.

A reunião preparatória estava marcada para as 15h, mas começou com 34 minutos de atraso. O senador Davi Alcolumbre (DEM-AP) presidiu os trabalhos. Quarto suplente de secretário, ele é o único integrante da Mesa remanescente do período anterior.

O juramento de posse foi lido em Plenário pelo senador Jaques Wagner (PT-BA). Ele é o parlamentar mais idoso eleito pela Bahia, o primeiro estado criado no Brasil.

“Prometo guardar a Constituição federal e as leis do país, desempenhar fiel e lealmente o mandato de senador que o povo me conferiu e sustentar a União, a integridade e a independência do Brasil”, declarou Jaques Wagner.

De acordo com o Regimento Interno, os outros senadores não precisariam repetir o juramento completo. Mas senador Davi Alcolumbre introduziu “uma inovação” no rito de posse. Ele convidou para também ler o termo o mais novo entre os parlamentares eleitos em outubro, o senador Irajá (PSD-TO).

“Vivemos momentos de renovação da política nacional. Por ser o mais jovem, convido o senador Irajá para fazer o juramento em nome da juventude brasileira, que acredita em um país com menos injustiças e mais respeito a seu povo e sua gente”, afirmou Alcolumbre.

Em seguida, os outros 52 parlamentares eleitos foram chamados a prestar o juramento e a repetirem, um a um: “Assim o prometo”.

A reunião durou 30 minutos. Além de familiares e convidados dos novos senadores, autoridades dos três Poderes acompanharam a cerimônia no Plenário. Entre elas, os ministros Luiz Henrique Mandetta (Saúde) e Bento Albuquerque (Minas e Energia); o governador João Dória (São Paulo); o ministro Vital do Rego, do Tribunal de Contas da União; os ex-senadores Mauro Benevides e Rodrigo Rollemberg; o ex-governador Ciro Gomes (Ceará); e o ex-prefeito Gilberto Kassab (São Paulo). (Agência Senado)

Veja a lista dos senadores empossados, por estado.

Eleitos no Senado

Petecão (PSD) – reeleito

244.109 (30,71%)

Márcio Bittar (MDB)

185.066 (23,28%)

Rodrigo Cunha (PSDB)

895.738 (34,42%)

Renan Calheiros (MDB) – reeleito

621.562 (23,88%)

Plínio Valério (PSDB)

834.809 (25,36%)

Eduardo Braga (MDB) – reeleito

607.286 (18,45%)

Randolfe Rodrigues (Rede) – reeleito

264.798 (37,96%)

Lucas Barreto (PTB)

128.186 (18,38%)

Jaques Wagner (PT)

4.253.331 (35,71%)

Angelo Coronel (PSD)

3.927.598 (32,97%)

Cid Gomes (PDT)

3.228.533 (41,62%)

Eduardo Girão (Pros)

1.325.786 (17,09%)

Leila do Vôlei (PSB)

467.787 (17,76%)

Izaci (PSDB)

403.735 (15,33%)

Fabiano Contarato (Rede)

1.117.036 (31,15%)

Marcos do Val (PPS)

863.359 (24,08%)

Vanderlan (PP)

1.729.637 (31,35%)

Jorge Kajuru (PRP)

1.557.415 (28,23%)

Weverton (PDT)

1.997.443 (35,02%)

Eliziane Gama (PPS)

1.539.916 (27,00%)

Rodrigo Pacheco (DEM)

3.616.864 (20,49%)

Jornalista Carlos Viana (PHS)

3.568.658 (20,22%)

Nelsinho Trad (PTB)

424.085 (18,37%)

Soraya Thronicke (PSL)

373.712 (16,19%)

Juíza Selma Arruda (PSL)

678.542 (24,65%)

Jayme Campos (DEM)

490.699 (17,82%)

Jader Barbalho (MDB) – reeleito

1.383.306 (19,74%)

Zequinha Marinho (PSC)

1.374.956 (19,62%)

Veneziano (PSB)

844.786 (24,63%)

Daniela Ribeiro (PP)

831.701 (24,25%)

Humberto Costa (PT)

1.713.565 (25,76%)

Jarbas (MDB)

1.430.802 (21,51%)

Ciro Nogueira (PP)

897.959 (29,92%)

Marcelo Castro (MDB)

812.213 (27,06%)

Professor Oriovisto Guimarães

2.957.239 (29,17%)

Flávio Arns (Rede)

2.331.740 (23,00%)

Flávio Bolsonaro (PSL)

4.380.418 (31,36%)

Arolde de Oliveira (PSD)

2.382.265 (17,06%)

Capitão Styvenson (Rede)

745.827 (25,63%)

Dra. Zenaide Maia (PSH)

660.315 (22,69%)

Luis Carlos Heize (PP)

2.316.365 (21,94%)

Paulo Paim (PT) – reeleito

1.875.245 (17,76%)

Marcos Rogério (DEM)

324.939 (24,06%)

Confúcio Moura (MDB)

230.361 (17,06%)

Chico Rodrigues (DEM)

111.466 (22,76%)

Mecias de Jesus (PRB)

85.366 (17,43%)

Esperidião Amin (PP)

1.226.064 (18,77%)

Jorginho Mello (PR)

1.179.757 (18,07%)

Delegado Alessandro Vieira (Rede)

474.449 (25,95%)

Rogério Carvalho Santos (PT)

300.247 (16,42%)

Major Olimpio (PSL)

9.039.717 (25,81%)

Mara Gabrillo (PSDB)

6.513.282 (18,59%)

Eduardo Gomes (SD)

248.358 (19,48%)

Irajá (PSD)

214.355 (16,82%)