Só cinco parlamentares sempre entre os melhores

Apenas os senadores Eduardo Suplicy e Pedro Simon, e os deputados Aldo Rebelo, Chico Alencar e Luiza Erundina foram finalistas em todas as edições do Prêmio Congresso em Foco

Ao todo, o Congresso possui 513 deputados e 81 senadores. Este ano, desses 594 parlamentares, apenas 47 disputam o Prêmio Congresso em Foco, nas duas categorias gerais que elegerão o melhor deputado e o melhor senador de 2011, e nas seis categorias especiais. Ou seja: a distinção com o prêmio que aponta aqueles que, a cada ano, fizeram a diferença no Congresso Nacional, é um privilégio para poucos.

Ter estado como finalista em todas as edições do Prêmio Congresso em Foco, desde 2006, é um privilégio para um grupo ainda bem menor de parlamentares. Apenas cinco – dois senadores e três deputados – foram finalistas em todas as edições do prêmio (2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011). São eles: os senadores Eduardo Suplicy (PT-SP) e Pedro Simon (PMDB-RS), e os deputados Aldo Rebelo (PCdoB-SP), Chico Alencar (Psol-RJ) e Luiza Erundina (PSB-SP).

Até o ano passado, o número de parlamentares finalistas em todas as edições era maior. Eram onze. Mas dois dos senadores não se reelegeram – Arthur Virgílio (PSDB-AM) e Renato Casagrande (PSB-ES), que se elegeu governador do Espírito Santo. O mesmo aconteceu com os ex-deputados Fernando Gabeira (PV-RJ), Gustavo Fruet (PSDB-PR), José Carlos Aleluia (DEM-BA) e José Eduardo Cardozo (PT-SP), atual ministro da Justiça.

Os finalistas para cada edição do prêmio são escolhidos pelos jornalistas que cobrem o Congresso Nacional. Os dez senadores e os 25 deputados mais votados pelos jornalistas (quando há empate no final, como este ano, a lista cresce para abrigar os que tiveram o mesmo número de votos) formam a lista de finalistas. Essa lista é submetida à votação dos internautas para a escolha final dos melhores a cada ano. Essa votação chega agora à reta final. O prazo final para a votação no Prêmio Congresso em Foco 2011 é domingo, 9 de outubro.

CLIQUE AQUI PARA ESCOLHER VOCÊ TAMBÉM OS PARLAMENTARES QUE FIZERAM A DIFERENÇA EM 2011

Este ano, o nome dos vencedores nas categorias gerais e nas categorias especiais só será conhecido na própria festa de premiação, marcada para o dia 7 de novembro. O último boletim parcial de votação foi divulgado na última sexta-feira, 30 de setembro, e será ele a última informação sobre a votação antes da entrega do prêmio. De acordo com esse boletim, os sempre finalistas do prêmio estavam assim posicionados:

Eduardo Suplicy (PT-SP) era o segundo na categoria geral de melhor senador, com 7.200 votos. Perdia para Cristovam Buarque (PDT-DF), com 8.084. Cristovam faz parte de outra categoria distinta: os finalistas em todas as edições desde 2007. Pedro Simon (PMDB-RS) aparecia em quinto na categoria geral e em segundo nas categorias Defesa dos municípios e Defesa da Segurança Jurídica e Qualidade de Vida. Simon também é finalista na categoria Defesa da democracia e da cidadania.

Entre os deputados sempre finalistas, o melhor colocado é Chico Alencar. Na verdade, ele era, de acordo com o último boletim parcial, o líder na categoria geral entre os deputados, com 5.823 votos. Luiz Erundina aparece em sétimo lugar, e Aldo Rebelo é o 14º.

Clique aqui para ver o último boletim parcial de votação

Clique aqui para ver todos os boletins

Entre parlamentares e ex-parlamentares distinguidos desde a primeira edição do prêmio, foram 126 os deputados e senadores finalistas em pelo menos uma vez desde 2006.

Veja a lista com os finalistas (parlamentares e ex-parlamentares) em todas as edições:

SENADO

Apenas dois senadores foram finalistas de todas as edições do Prêmio:
Eduardo Suplicy (PT-SP) – 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011
Pedro Simon (PMDB-RS) – 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010 e 2011

São finalistas desde 2007:
Cristovam Buarque (PDT-DF) – 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011
Demóstenes Torres (DEM-GO) – 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011
Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) – 2007, 2008, 2009 (combate à corrupção), 2010 e 2011
Paulo Paim (PT-RS) – 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011

Finalistas em cinco edições:
Arthur Virgílio (PSDB-AM) – 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010
Renato Casagrande (PSB-ES) – 2006 (como deputado), 2007, 2008, 2009 e 2010

Finalista em quatro edições:
Alvaro Dias (PSDB-PR) – 2006, 2008, 2009 e 2010
Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) – 2008, 2009 e 2010 (como deputado) e 2011

Finalista em três edições:
Aloizio Mercadante (PT-SP) – 2006, 2007 e 2008
Jefferson Péres (PDT-AM) – 2006, 2007 e 2008 (in memorian)
Marina Silva (PV-AC) – 2008, 2009 e 2010
Tião Viana (PT-AC) – 2007 e 2008 e 2010 (defesa da saúde)
Marisa Serrano (PSDB-MS) – 2007, 2009 (defesa da educação) e 2010 (defesa da educação)

Finalista em duas edições:
Delcídio Amaral (PT-MS) – 2006 e 2007
Ideli Salvatti (PT-SC) – 2007 e 2008
José Agripino Maia (DEM-RN) – 2006 e 2007
Flávio Arns (PSDB-PR) – 2009 e 2010 (defesa da educação)

Finalista em uma edição:
Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) – 2011 (Segurança jurídica e qualidade de vida)
Ana Amélia Lemos (PP-RS) - 2011
Garibaldi Alves Filho (PMDB-RN) – 2008
Humberto Costa (PT-PE) – 2011 (Promoção da saúde)
José Nery (Psol-PA) – 2007
José Sarney (PMDB-AP) – 2006
Lindbergh Farias (PT-RJ) - 2011
Osmar Dias (PDT-PR) – 2006
Patrícia Saboya (PDT-CE) – 2008
Pedro Taques (PDT-MT) – 2011
Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR) – 2011 (Promoção da saúde)
Randolfe Rodrigues (Psol-AP) - 2011
Renan Calheiros (PMDB-AL) – 2006
Tasso Jereissati (PSDB-CE) – 2006
Rosalba Ciarlini (DEM-RN) – 2010 (defesa da saúde)
Wellington Dias (PT-PI) – 2011 (defesa dos municípios)
Antonio Carlos Magalhães (PFL-BA) – 2006 (morto em julho de 2007)
Heloísa Helena (Psol-AL) – 2006
José Jorge (PFL-PE) – 2006

CÂMARA

Três deputados foram finalistas de todas as edições do Prêmio:
Aldo Rebelo (PCdoB-SP) – 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011
Chico Alencar (Psol-RJ) – 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011
Luiza Erundina (PSB-SP) – 2006, 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011

Finalista em todas as edições desde 2007:
Ivan Valente (Psol-SP) – 2007, 2008, 2009, 2010 e 2011

Foram finalistas em cinco edições:
Fernando Gabeira (PV-RJ) – 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010
Gustavo Fruet (PSDB-PR) – 2006 2007, 2008, 2009 e 2010
Henrique Fontana (PT-RS) – 2006, 2007, 2008, 2009 e 2011
José Carlos Aleluia (DEM-BA) – 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010
José Eduardo Cardozo (PT-SP) – 2006, 2007, 2008, 2009 e 2010
Miro Teixeira (PDT-RJ) – 2006, 2008, 2009, 2010 e 2011

Finalistas em quatro edições:
Flávio Dino (PCdoB-MA) – 2007, 2008, 2009 e 2010
Dr. Rosinha (PT-PR) – 2008, 2009 e 2010 (defesa da saúde) e 2011
Luciana Genro (Psol-RS) – 2007, 2008, 2009 e 2010
Maria do Rosário (PT-RS) – 2007, 2008 e 2009 (defesa da educação) e 2010 (defesa da educação)
Maurício Rands (PT-PE) – 2007, 2008, 2009 e 2010
Beto Albuquerque (PSB-RS) – 2006, 2007, 2009 e 2010

Finalistas em três edições:
Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA) – 2007, 2009 e 2011
Arlindo Chinaglia (PT-SP) – 2006, 2007 e 2008
Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ) – 2006, 2008 e 2009
Manuela D’Ávila (PCdoB-RS) – 2009, 2010 e 2011
Michel Temer (PMDB-SP) – 2006, 2009 e 2010
Raul Jungmann (PPS-PE) – 2007, 2008 e 2010
Rita Camata (PMDB-ES) – 2008, 2009 e 2010

Finalistas em duas edições:
Arnaldo Madeira (PSDB-SP) – 2009 e 2010
Cândido Vaccarezza (PT-SP) – 2010 e 2011
Ciro Gomes (PSB-CE) – 2007 e 2008
Darcísio Perondi (PMDB-RS) – 2010 e 2011 (defesa da saúde)
Domingos Dutra (PT-MA) – 2010 e 2011
Edson Duarte (PV-BA) – 2009 e 2010

Fernando Coruja (PPS-SC) – 2007 e 2008

Ibsen Pinheiro (PMDB-RS) – 2008 e 2010
Marco Maia (PT-RS) – 2007 e 2011
Osmar Serraglio (PMDB-PR) – 2007 e 2008
Rafael Guerra (PSDB-MG) – 2006 e 2010 (defesa da saúde)
Roberto Freire (PPS-PE) – 2006 e 2011
Ronaldo Caiado (DEM-GO) - 2009 e 2010
Sarney Filho (PV-MA) – 2009 e 2010 (defesa do meio ambiente)
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) – 2008 e 2010

Finalistas em uma das edições:
Alberto Goldman (PSDB-SP) – 2006
Alfredo Sirkis (PV-RJ) – 2011
Alessandro Molon (PT-RJ) - 2011
Antonio Carlos Pannunzio (PSDB-SP) – 2007
Augusto Carvalho (PPS-DF) – 2007
Cândido Vaccarezza (PT-SP) – 2011
Carlito Merss (PT-SC) – 2007
Carlos Abicalil (PT-MT) – 2009 (defesa da educação)
Carlos Sampaio (PSDB-SP) – 2011
Cezar Schirmer (PMDB-RS) – 2006
Delfim Netto (PMDB-SP) – 2006
Delegado Protógenes (PCdoB-SP) – 2011
Denise Frossard (PPS-RJ) – 2006
Duarte Nogueira (PSDB-SP) – 2011
Eduardo Campos (PSB-PE) – 2006
Erika Kokay (PT-DF) - 2011
Fátima Bezerra (PT-RN) – 2010 (defesa da educação)
Gastão Veira (PMDB-MA) – 2010 (defesa da educação)
Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) – 2010
Índio da Costa (DEM-RJ) – 2010
Jandira Feghalli (PCdoB-RJ) – 2011
Jean Willys (Psol-RJ) - 2011
José Genoino (PT-SP) – 2010
Júlio César (DEM-PI) – 2011 (Defesa dos municípios)
Luís Carlos Heinze (PP-RS) – 2011 (Defesa dos municípios)
Luiz Couto (PT-PB) – 2010
Luiz Eduardo Greenhalgh (PT-SP) – 2006
Mara Gabrilli (PSDB-SP) – 2011
Mendes Ribeiro Fllho (PMDB-RS) – 2011 (Segurança jurídica e qualidade de vida)
Onyx Lorenzoni (DEM-RS) – 2007
Osmar Terra (PMDB-RS) – 2011 (Promoção da saúde)
Paulo Teixeira (PT-SP) - 2011
Pedro Wilson (PT-GO) – 2010
Perpétua Almeida (PCdoB-AC) – 2006
Reguffe (PDT-DF) – 2011
Roberto Santiago (PV-SP) – 2011 (Defesa do consumidor)
Rodrigo Maia (PFL-RJ) – 2006
Romário (PSB-RJ) - 2011
Sérgio Miranda (PDT-MG) – 2006
Sigmaringa Seixas (PT-DF) – 2006
Vicentinho (PT-SP) - 2011
Walter Pinheiro (PT-BA) – 2008

Padrão de comportamento

A partir de seu formato, o Prêmio Congresso em Foco visa estabelecer um padrão de comportamento que os eleitores, de um modo geral, buscam para os políticos brasileiros. Pouco importa na avaliação o quão poderosos são os políticos, quantos cargos eles conseguiram indicar no governo federal, que posições de destaque ocuparam, em quem eles mandam. O que importa mais é o grau de preocupação desses políticos com os problemas e anseios da sociedade, e de que forma eles atuam para, de alguma forma, resolver ou, pelo menos, minorar esses problemas.

É esse o pensamento que abarca a maioria das pessoas que votam nas duas etapas de votação do prêmio. Na primeira etapa, os jornalistas que cobrem o Congresso Nacional escolhem livremente os deputados e senadores que, na sua opinião, mais se destacaram, na categoria geral e nas categorias especiais. Este ano, votaram nessa primeira etapa 267 jornalistas dos diversos veículos de comunicação credenciados para atuar no Congresso. Os dez senadores e os 25 deputados mais votados formaram a lista dos finalistas. Os cinco parlamentares (deputados ou senadores) mais lembrados são os finalistas nas categorias especiais. Quando houve empate no número de votos dos últimos a entrar na lista, o número de finalistas foi acrescido.

A lista com esses finalistas é colocada, então, para a avaliação final dos internautas, que podem entrar na página do site e votar nos nomes de sua preferência. Uma demonstração de que tanto os jornalistas quanto os internautas entenderam o espírito por trás do prêmio é que nunca, em nenhuma das seis edições do prêmio, um político envolvido em denúncias de corrupção foi lembrado. É o que explica o diretor do Congresso em Foco, Sylvio Costa, nesta entrevista à Rádioweb.

Clique aqui para ouvir a entrevista

Parceiros

Prêmio Congresso em Foco 2011 conta com o patrocínio da Ambev e da Petrobras.

Petrobras elogia Prêmio Congresso em Foco
Congresso em Foco premia parlamentar de futuro

Apoiam o prêmio a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), o Sindicato Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical), a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), a Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR), a Associação Nacional de Registradores de Pessoas Naturais (ArpenBrasil), a Federação Brasileira das Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite), e a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip).

São parceiros do Prêmio Congresso em Foco o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal e a Agência Rádioweb.

Leia tudo sobre o Prêmio Congresso em Foco 2011

Continuar lendo