Prêmio Congresso em Foco terá cláusula de barreira

Projeto chega à sétima edição com novas categorias, maior possibilidade de participação dos internautas e proibição expressa de premiação a parlamentares que respondem a acusações criminais

Mariana de Ávila

 

Um jantar realizado ontem à noite no hotel Naoum Plaza Brasília marcou o lançamento oficial da edição deste ano do Prêmio Congresso em Foco. O projeto chega à sua sétima edição com novas categorias e maior possibilidade de participação dos internautas na escolha dos premiados.

Jantar lança Prêmio Congresso em Foco 2011

Por outro lado, o regulamento institui uma espécie de cláusula de barreira: fica proibida a premiação a deputados federais e senadores que respondam a acusações criminais no Supremo Tribunal Federal (STF), a processos nos conselhos de ética da Câmara e do Senado ou sejam alvo de denúncias por violação aos direitos humanos, tais como a exploração de trabalho escravo e homofobia.

“Ao proibirmos a premiação de parlamentares acusados criminalmente, apenas tornamos expressa uma regra que já era tácita”, afirma o diretor e fundador do Congresso em Foco, Sylvio Costa, para quem as mudanças garantirão ainda “maior credibilidade ao projeto”.

Assim como nas edições anteriores, a primeira fase da votação será realizada entre os jornalistas que cobrem o Congresso Nacional. Eles poderão votar nos deputados e senadores que melhor representam a população no Parlamento. A votação será acompanhada e fiscalizada pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal (SJPDF).

Escolha do internauta

Depois, na segunda etapa, os internautas poderão endossar nomes selecionados pelos jornalistas ou, se preferirem, apontar um nome de fora da lista. Ou seja: se o internauta não concordar com nenhuma das indicações dos jornalistas, poderá sugerir outros nomes, fato que não ocorria nas edições anteriores do Prêmio Congresso em Foco.

Categorias especiais

Em 2012, serão nove categorias especiais:

Combate ao crime organizado”, apoiada pela Associação Nacional dos Delegados da Polícia Federal (ADPF);

Defesa da democracia”, patrocinada pela Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF);

Defesa da Previdência Social e dos servidores públicos”, com o apoio da Associação Nacional dos Auditores Ficais da Receita Federal do Brasil (Anfip);

Defesa da segurança jurídica e da cidadania”, apoiada pela Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg)  e também pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen);

Defesa dos consumidores”, categoria apoiada pela Sindicato Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical);

Parlamentares de Futuro”, patrocinada pela Ambev, no qual serão distinguidos somente os deputados e senadores com menos de 45 anos.

E outras três categorias, que premiarão os parlamentares de maior destaque na defesa da inovação tecnológica, do desenvolvimento econômico e da saúde.

Além das instituições antes citadas, o Prêmio Congresso em Foco 2012 tem, até o momento, o patrocínio da Souza Cruz e o apoio da Federação Brasileira de Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite). Outras empresas e entidades deverão, nas próximas semanas, formalizar apoio ao prêmio.

De hoje até o próximo dia 10, será realizada a votação dos jornalistas. A partir do dia 13, a votação ficará aberta, no site, para os internautas, que poderão votar até o dia 15 de outubro.

O evento de premiação será realizado em Brasília no dia 8 de novembro.

Saiba mais sobre o Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!