Ophir Cavalcante: “As ruas não têm dono”

A Ordem dos Advogados do Brasil fecha apoio à edição 2011 do Prêmio Congresso em Foco . Em entrevista ao site, o presidente da ordem condena as críticas às Marchas contra a Corrupção

Em 1984, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) estava ao lado daqueles que lotaram as praças do país nos imensos comícios que pediram a volta das eleições diretas para presidente da República. Em 1992, a OAB também pintou as caras e foi às ruas pedir o impeachment do ex-presidente Fernando Collor. Ela foi, juntamente com a Associação Brasileira de Imprensa (ABI), uma das autoras do pedido de afastamento de Collor.

Nos últimos dias 7 de setembro e 12 de outubro, a Ordem dos Advogados do Brasil esteve nas ruas outra vez. O presidente da OAB, Ophir Cavalcante, fez questão de ir até o Museu Nacional de Brasília, de onde saíram aas duas datas as Marchas contra a Corrupção, organizadas por um movimento apartidário, a partir das redes sociais. De lá, saudou os manifestantes. Em cada uma das marchas, cerca de 20 mil manifestantes.

É a coerência de sempre ter estado ao lado das manifestações sociais, na crença de que a democracia é uma construção permanente que não depende apenas dos políticos mas de todos os brasileiros, que faz a OAB fechar apoio à edição 2011 do Prêmio Congresso em Foco.

“De todos os regimes de governo, a democracia é a melhor, sem dúvida”, diz Ophir. Para o presidente da OAB, o prêmio ajuda a estabelecer esse diálogo entre a sociedade e a classe política, na medida em que busca estabelecer um padrão de comportamento que a sociedade espera de seus representantes. “O Prêmio Congresso em Foco acaba sendo uma espécie de reconhecimento ao serviço político que é prestado em favor da sociedade”, avalia Ophir.  “O Prêmio Congresso em Foco passou a ser uma referência para medir o grau de comprometimento dos deputados e senadores com os anseios da sociedade”, diz ele. Quem é finalista do prêmio, avalia ele, geralmente é porque tem esse comprometimento.

Construção da democracia

Este ano, a festa de entrega do Prêmio Congresso em Foco terá como mote exatamente a “construção da democracia”, justamente essa ideia de que fazer um país é tarefa de todos. Seja com os cuidados necessários para a escolha dos melhores representantes no governo, seja com a cobrança constante das atitudes que se afinam com as preocupações da sociedade, seja com o legítimo protesto quando os comportamentos daqueles que nos representam deixam a desejar. É por isso que o mesmo apoio dado para o prêmio é dado pela OAB às manifestações populares nas ruas.

Assim, choca ao presidente da OAB a posição de alguns setores ligados ao governo e ao PT que torcem o nariz para as marchas contra a corrupção, como se elas fossem ações orquestradas para desestabilizar o governo da presidenta Dilma Rousseff ou para criar constrangimentos ao seu partido. “Esse tipo de posicionamento é lamentável”, critica Ophir. “Se recuarmos um pouco, vamos ver que alguns desses que hoje criticam estavam antes nas ruas em movimentos anteriores com bandeiras idênticas”, lembra. “A única diferença é que, desta vez, não são eles os organizadores dos protestos”, conclui.

Para Ophir, esse é o ponto central. As novas formas de arregimentação pelas redes sociais tornaram desnecessárias as presenças daqueles que tinham antes essa capacidade de reunir pessoas e levá-las às ruas: os partidos políticos, os sindicatos, etc. “Ninguém acreditava que fosse possível reunir 20 mil pessoas sem a ajuda da CUT, dos sindicatos. Mas hoje é”, observa Ophir. “É preciso entender essa nova realidade, porque hoje ninguém tem mais o monopólio das ruas”.

Esse é um aviso também para os parlamentares, hoje muito mais expostos à crítica e à pressão direta da sociedade a partir das redes sociais na internet. Neste mundo conectado, ninguém pode mais virar as costas para as aspirações da sociedade. É nesse espírito que se encontram a OAB e o Congresso em Foco.

Festa

A festa de entrega do Prêmio Congresso em Foco 2011 acontecerá na segunda-feira (7), no Espaço Porto Vitória, em Brasília. Um grande show, com João Donato e Maíra Freitas, abrilhantará a festa.

Na sua edição 2011, o Prêmio Congresso em Foco conta com o patrocínio da Ambev e da Petrobras.

Petrobras elogia Prêmio Congresso em Foco
Congresso em Foco premia parlamentar de futuro

Apoiam o prêmio, além da OAB, a Associação Nacional dos Defensores Públicos Federais (Anadef), a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF), o Sindicato Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (Anffa Sindical), a Frente Nacional dos Prefeitos (FNP), a Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR), a Associação Nacional de Registradores de Pessoas Naturais (ArpenBrasil), a Federação Brasileira das Associações de Fiscais de Tributos Estaduais (Febrafite), e a Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (Anfip). São parceiros do Prêmio Congresso em Foco o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal e a Agência Rádioweb.

Defensores públicos fecham apoio a prêmio

APCF será parceira do Prêmio Congresso em Foco

Anfip está no Prêmio Congresso em Foco

Febrafite fecha apoio ao Prêmio Congresso em Foco

Radioweb apoia Prêmio Congresso em Foco

Reconhecimento pela identificação com o consumidor

Associações de cartórios premiarão segurança jurídica

Frente de prefeitos confirma apoio ao prêmio

Tudo sobre o Prêmio Congresso em Foco

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!