Mulheres se destacam na 13ª edição do Prêmio Congresso em Foco

Menos de 15% da Câmara e de 14% do Senado, as mulheres tiveram representatividade expressiva no Prêmio Congresso em Foco 2020. Presentes em todas as categorias, elas foram 31 do total de 75 parlamentares premiados nesta edição.

Há atualmente 76 deputadas federais, das quais 15 foram premiadas. No Senado, em que 11 mulheres representam os estados da Federação, três senadoras foram agraciadas – Simone Tebet (MDB-MS), Soraya Thronicke (PSL-MS) e Eliziane Gama (Cidadania-MA).

Elas representam 50% dos premiados na categoria Melhores na Câmara, tanto pelo voto popular quanto na escolha do júri especializado. A edição deste ano bateu recorde de votação, com mais de 2 milhões de votos em duas semanas.

Duas mulheres foram vencedoras de categorias gerais: Luisa Canziani (PTB-PR) venceu entre o júri especializado na categoria Defesa da Educação e a senadora Eliziane Gama foi eleita, também pelo júri especializado, a melhor senadora do ano de 2020.

Diversidade

As deputadas e senadoras premiadas representam diferentes correntes ideológicas. Elas são filiadas ao PSL, MDB, PTB, Rede, PP, PCdoB, PT, PDT, Cidadania e Psol. A última sigla teve a maior quantidade de mulheres vencedoras – Áurea Carolina (MG), Fernanda Melchionna (RS), Sâmia Bomfim (SP), Talíria Petrone (RJ) e Luiza Erundina (SP).

Além da diversidade ideológica, também houve diversidade de raça, com três mulheres negras premiadas – Áurea Carolina, Talíria Petrone e Benedita da Silva (PT-RJ) – e a primeira mulher indígena no Congresso, Joenia Wapichana (Rede-RR). Também foi observada diversidade de idade: Luisa Canziani, a deputada federal mais jovem da Câmara, de 24 anos, foi premiada em duas categorias, mesmo número da deputada Luiza Erundina, de 85 anos.

Veja a lista com todos os premiados no Prêmio Congresso em Foco 2020

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!