Molon é o vencedor da categoria Clima e Sustentabilidade na votação popular

O deputado Alessandro Molon (PSB-RJ) foi escolhido pela votação popular como o congressista que mais se destaca na defesa do meio ambiente no Congresso Nacional. Por isso, recebeu o troféu do público na categoria especial “Clima e Sustentabilidade” do Prêmio Congresso em Foco 2020.

Alessandro Molon agradeceu ao publico por ter sido escolhido como melhor parlamentar da categoria Clima e Sustentabilidade.

"É um prazer mais uma vez, felicíssimo aqui. Muito obrigado a cada um que votou em mim. É uma enorme honra receber esse prêmio também. É um momento muito delicado para o Brasil e para a nossa democracia, como vocês sabem", disse.

Ele prosseguiu refletindo sobre o novo normal exigido pela pandemia de coronavírus e as mudanças climáticas. "Este é um momento delicado também para o nosso planeta com o aquecimento global que avança, ameaçando milhares de espécies", afirmou o deputado defendendo uma retomada econômica sustentável.

A categoria “Clima e Sustentabilidade” foi criada em parceria com o Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS) no ano passado, com o objetivo de reconhecer o trabalho dos congressistas que atuam em defesa do meio ambiente.  Molon recebeu mais de 24 mil votos.

A votação popular, que aconteceu através da internet entre os dias 17 e 31 de julho, também reconheceu o trabalho dos deputados Fábio Faria (PSD-RN), agora ministro da Comunicação, e David Miranda (Psol-RJ), que ficaram com a segunda e a terceira colocação, respectivamente.

Alessandro Molon, vencedor da categoria, foi anunciado por João Paulo Capobianco, vice-presidente do IDS.

Veja todos os premiados pela votação popular na categoria especial “Clima e Sustentabilidade”

1 Alessandro Molon (PSB-RJ)
2 Fábio Faria (PSD-RN)
3 David Miranda (Psol-RJ)
4 Benedita da Silva (Psol-RJ)
5 Áurea Carolina (Psol-MG)

A consulta popular na internet é um dos três modos de votação do Prêmio Congresso em Foco 2020. Também foram escolhidos os melhores parlamentares na avaliação de jornalistas que cobrem a Câmara e o Senado e na avaliação de um júri especializado.

Durante as semanas de votação, foram feitos todos os acompanhamentos para garantir que o processo fosse realizado com a maior segurança e legitimidade possíveis. A votação popular foi auditada internamente e também externamente pela Associação dos Peritos Criminais Federais (APCF). Parecer da APCF atesta a idoneidade da votação.

A ferramenta utilizada na votação deste ano foi desenvolvida especialmente para o prêmio. O sistema foi cercado de todos os instrumentos para evitar tentativas de manipulação.

Para aumentar a segurança no processo de escolha feito pela internet, o participante precisava informar o email e também o celular. O usuário recebia pelo endereço eletrônico informado um código, que deveria ser inserido na página de votação. Ambos os dados (telefone e email) foram checados. Votos de origem irregular foram invalidados.

Cada participante da votação pela internet podia votar em até cinco senadores e até dez deputados federais nas categorias gerais e em até três nomes nas categorias especiais.

Categorias Especiais

O objetivo das categorias especiais do Prêmio Congresso em Foco é destacar o trabalho dos parlamentares em temas específicos que têm ampla repercussão no Congresso, como é o caso do meio ambiente.

Este ano, o prêmio contou com duas categorias especiais: “Clima e Sustentabilidade”, que tem o apoio do Instituto Democracia e Sustentabilidade (IDS); “Defesa da Educação”, criada em parceria com a ONG Todos Pela Educação.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!