Rápido e afiado

Há uma grande expectativa para a homenagem que o campeão da Fórmula 1 Lewis Hamilton fará amanhã (domingo , 17) ao Brasil e ao ídolo Ayrton Senna . Mas o piloto chegou ao país mostrando que, além de rápido nas pistas, é afiado nas palavras. Protestou contra a obra do novo autódromo no Rio de Janeiro. O projeto é incentivado pelo presidente Bolsonaro.
Hamilton disse que se recusa  a correr lá, porque a obra vai gastar muito dinheiro público e desmatar área de proteção ambiental . O piloto  mandou o recado sobre como os nossos governantes deveriam gastar o dinheiro público.
Acho que pode ir para algo melhor, tem coisa que o governo pode investir nas cidades. Tem muito talento e gente aqui. Se fosse meu dinheiro, colocaria em coisa melhor. Educação é muito importante. No meu time, temos vários engenheiros novos, mas poucos do Brasil, deveríamos ter mais"

Já com o título deste ano garantido , o supercampeão da Fórmula 1  corre em Interlagos (São Paulo), neste domingo, com a bandeira brasileira estampada no capacete. Segundo ele, uma forma de reafirmar seu carinho pelo Brasil e reverenciar o ídolo Ayrton Senna.

 

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!