EUA dará US$ 3 milhões ao Brasil para combate à covid-19. Mas Trump pensa em banir voos

O governo dos Estados Unidos, por meio dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC),  anunciou que vai destinar cerca de  US$ 3 milhões (mais de R$ 17 milhões) para ajudar nas ações de emergência de saúde pública do Brasil à covid-19.

Banir Voos

O anúncio do repasse de recursos para o Brasil veio no mesmo dia em que o presidente norte-americano Donald Trump disse que considera banir voos entre o Brasil e os Estados Unidos por causa do crescimento do número de casos de coronavírus.

“O Brasil está tendo problemas, sem dúvidas”, disse Trump em entrevista coletiva. “Eu não quero pessoas vindo infectar nosso povo”, justificou ele, sem anunciar uma data ou se a decisão está tomada.

> Câmara aprova uso obrigatório de máscara; multa será definida por estados e municípios

Os recursos serão usados para a melhoria da detecção e do rastreamento de casos, na identificação de áreas de transmissão e no controle de surtos.

O CDC trabalhará em colaboração com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e o Ministério da Saúde.

 

A cooperação reforça os  US$ 950 mil anunciados em 1º de maio para apoio socioeconômico às populações vulneráveis.

> Congresso em Foco lança plataforma inédita sobre ação dos parlamentares

Os recursos irão ajudar a melhorar a saúde comunitária e nas regiões fronteiriças.

Sobre o anúncio, o embaixador Todd Chapman destacou que a "iniciativa ajudará diretamente a FioCruz e ao Ministério de Saúde nos seus esforços para mitigar o impacto da covid-19.  Vamos continuar trabalhando juntos com Brasil para combater esta pandemia”.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!