Carrapato afasta senadora

A senadora Rose de Freitas (Podemos-ES) está prestes a se licenciar do mandato para cuidar da saúde. Há meses vem resistindo à grave infecção que contraiu. “Depois de sofrer dores, tonturas e ir a muitos médicos, descobri que é doença do carrapato. Estou há 32 anos me dedicando sem tirar férias, sem cuidar de mim. Estou à espera de uns últimos exames e parece que não vai ter jeito mesmo. Terei de me afastar do Senado para me tratar", lamenta.

A doença do carrapato em seres humanos provoca a chamada febre maculosa. Uma enfermidade grave transmitida pelo inseto,  contaminado por uma bactéria. É de difícil diagnóstico , pois os sintomas se confundem com os de outras doenças. É perigosa porque afeta o sistema nervoso, provoca fortes dores na coluna e nas articulações. O tratamento é feito com o uso de antibióticos, mas em estado avançado demanda cuidados mais especiais ao paciente.

Sinal de alerta

 

Mas a senadora, de 70 anos, não apresenta sinal de abatimento, quando reage aos acontecimentos na Bolívia, fazendo referência ao Brasil. “Não se brinca com o povo.  O que aconteceu lá é um alerta. Os governantes podem fazer muito, mas não podem fazer tudo. Morales caiu por insatisfação legítima do povo. Ninguém obrigou ele a renunciar. Não vejo golpe algum”, disse Rose de Freitas.

Continuar lendo

Assine e obtenha atualizações em tempo real em seu dispositivo!