Congresso em Foco

Colunistas

lalalala

Mundo indecente: internet e pornografia na infância

29.10.2017 07:00 2
Atualizado em 10.10.2021 16:39

"Acaba de ser divulgado, no Reino Unido, um chocante relatório noticiando nada menos que 30 mil casos de abusos sexuais entre crianças, acontecidos nos últimos quatro anos - 2.625 deles verificados em escolas"
Publicidade

2 respostas para “Mundo indecente: internet e pornografia na infância”

  1. Emidio Britto disse:

    O pior é que nada se faz, mesmo! Aqui no Brasil, por exemplo, isso já virou “cultura popular”. Tem o funk carioca, tem pedofilia no museu, tem artista pedófilo…

  2. Walldemar Sobrinho disse:

    É raríssimo ler alguma coisa desse tipo, que preste, nesses portais de hoje em dia. Normalmente eu comento só pra fazer contra-ponto as asneiras e imoralidades, mas desta vez só vim pra aplaudir e elogiar. De fato, a erotização precoce das crianças está em níveis alarmantes, não só num país de esquerda onde o imoral/inadequado se torna manifestação popular (como o funk carioca e suas novinhas quicando até o chão), a pedofilia exposta nos museus onde crianças de “gente” intelectual podem tocar machos pelados e artistas quadragenários defloram recém adolescentes e são comemorados como progressistas. Parabéns ao Sr. Pedro Valls Feu Rosa pelas valiosas palavras.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Mais Colunistas

Ver todos

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via