Congresso em Foco

[fotografo]Tânia Rêgo / Marcelo Camargo / Agência Brasil[/fotografo]

Não olhem para o “mágico”

15.10.2018 12:21 1

Publicidade

Uma resposta para “Não olhem para o “mágico””

  1. Fábio disse:

    O colunista segue com a ilusão de que a esquerda pode vencer com base em mentiras e manipulações, a exemplo do estelionato eleitoral dilmista em 2014. Não entendeu nada do fenômeno Bolsonaro.
    Acha mesmo que uma cartinha da Manu abortista e do marmita de presidiário defendendo a família convenceria alguém? Apenas ampliaria a rejeição da chapa montada no presídio, como já vem ocorrendo no segundo turno. Soaria tão falso quanto foi o poste na missa e a mudança do logo petralha para verde e amarelo. A ideia de que Haddad é um fantoche, produto de marketing, apenas se amplia com esse tipo de coisa e o eleitorado ficou vacinado com essas manobras após Dilma.
    Em 2002 as pessoas caíram no engodo da Carta aos Brasileiros e uma década depois experimentariam o petrolão e a maior crise econômica da história. Hoje, dois em cada três brasileiros rejeitam o PT. É mais uma eleição entre petismo e antipetismo, mas pela primeira vez em dezesseis anos o segundo grupo se tornou confortavelmente majoritário.
    É bom JAIR se acostumando a ser oposição, Capelli.
    PS: respondendo ao escriba, a última vez em que um salvador da pátria foi eleito, parou em uma cela de Curitiba.
    PS2: as pessoas estão vacinadas contra o terrorismo eleitoral petista. O que temos medo hoje é de continuar o país como está. Afinal, por que ter medo de mudar quando a realidade é a de crise econômica, petrolão, um dos piores sistemas educacionais do mundo e 60.000 mortos por ano, dentre outros legados da esquerda? Haddad representa o status quo decrépito e esta é uma eleição anti-establishment. Não há a menor possibilidade de comprarem a legenda do petrolão como antissistema.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via