Congresso em Foco

Haddad cresceu sete pontos percentuais na última semana, segundo pesquisa telefônica[fotografo]Ricardo Stuckert[/fotografo]

Bolsonaro estaciona em 33% e Haddad vai a 23%, diz pesquisa BTG Pactual

24.09.2018 09:07 9

Publicidade

9 respostas para “Bolsonaro estaciona em 33% e Haddad vai a 23%, diz pesquisa BTG Pactual”

  1. João Orestes Daruy disse:

    kkkkkkkkk, só rindo mesmo….MITO 2018 …17 NA CABEÇA!!!

  2. hardy dick disse:

    Delegado que comanda inquérito de Adélio foi assessor de Pimentel

    Brasil 24.09.18 14:28
    Fonte o antagonista
    o delegado Rodrigo Morais Fernandes chefiou por dois anos a Assessoria de Integração das Inteligências da Secretaria de Defesa Social (Segurança Pública) do governo de Fernando Pimentel.

    Há dois anos, virou alvo da imprensa ao ser enviado por Pimentel para assistir ao Super Bowl, na Califórnia (EUA). Na ocasião, o governo alegou que Fernandes coordenava em Minas Gerais a comissão das Olimpíadas Rio-2016.

  3. Fábio disse:

    33% é bastante coisa. A chance de vitória em primeiro turno é considerável.
    Ninguém duvida como seria caótico para o país a eleição do poste do presidiário. Temos de nos unir em torno do candidato Bolsonaro que hoje encarna pragmaticamente o antipetismo.

  4. Bento Sartori de Camargo disse:

    Haddad/lula com 23%?, me engana que eu gosto. O povo não é tão trouxa assim. Parem de inventar porcentagens que nunca existiram!!!.

    • Henrique Dmitri disse:

      Com todo respeito a você eleitor do Bolsonaro, pois também sou, o PT SEMPRE teve desde 1994 algo em torno de 30% a 1/3 dos votos. E é certo que o Hadad vai atingir este patamar.
      Ignorar isso é subestimar o adversário, e subestimar o adversário é um erro que não podemos cometer.

      • Fábio disse:

        Henrique, tem razão. O PT ainda é forte, mas eu diria que 30% é seu teto considerando o antipetismo (que está em cerca de 60% da população).
        E, desde 2002, a cada eleição o número percentual de votos no PT caiu. Cada vitória foi mais apertada que a anterior, até chegar à reeleição apertadíssima da Dilma em 2014. Depois disso teve petrolão, impeachment, baita crise econômica, etc. Nada indica, portanto, que essa tendência de os votos petistas diminuírem a cada eleição se reverteria agora, e com isso Bolsonaro vence.

        • Nicolas Santos disse:

          Eu não quero ser estraga prazeres. Mas, dei por pensar muito nessas últimas pesquisas e me arrisco a apostar que Haddad vá terminar o primeiro turno à frente de Bolsonaro, com uma margem absurdamente apertada. Creio que nenhum dos dois vá estourar a casa dos 40% e monopolizarão algo em torno de 2 terços dos votos válidos.

      • Bento Sartori de Camargo disse:

        Ok Henrique, a idéia não foi subestimar o adversário e também respeito as opiniões de outras pessoas, que bom vc ter colocado essa posição, mas penso que como cidadão temos de dar um “basta nesses politicos da chamada esquerda”, o país está mal na qualidade da Educação Pública, no ótimo atendimento na Saúde Pública, estamos praticamente sem uma tranquila Segurança Pública, sem uma Infraestrutura Rodoferroaeroportuária moderna e eficiente para atender nossa logística interna e de exportação e entendo que toda essa situação deve-se aos péssimos Gestores Públicos anteriores e atuais, afinal temos uma das “mais altas cargas tributárias do planeta” com retorno medíocre para a sociedade. Chega de politiqueiros no Poder!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via