Leia também

Congresso em Foco

O premiê francês, Jean Castex, durante anúncio de suspensão de voos entre França e Brasil [fotografo]LCP/Assemblée nationale via Youtube[/fotografo]

Deputados franceses riem ao saber que Brasil ainda prescreve cloroquina

13.04.2021 21:18 22

22 respostas para “Deputados franceses riem ao saber que Brasil ainda prescreve cloroquina”

  1. Rafael Backup disse:

    Claro, pois o planeta inteiro sabe que a cloroquina e ivermectina nao funcionam..! Somente os bolsominions é que insistem nessa canoa furada.

  2. RN disse:

    Se eles não utilizam a cloroquina e proporcionalmente tem a mesma mortalidade, logo deduzo que alguém está usando remédio que não dá resultado.

  3. Tim Tim disse:

    Fazer o quê? Não dá para impedi-los de rirem das palhaçadas desse desgoverno.

    • Jorge Teixeira Carneiro disse:

      Talvez terem uma centena de milhares de mortos e estarem na terceira onda impeça.

      https://istoe.com.br/macron-decreta-lockdown-na-franca-para-conter-avanco-da-covid/

  4. Jorge Teixeira Carneiro disse:

    Francês pode tudo, menos rir do Brasil.

    A população do país é 1/3 da população brasileira e o número de mortos está em 1/3, ou seja o mesmo percentual, mesmo com o monte de lockdowns que decretaram em mais de uma ano, o vírus continua firme e forte, e eles agora já estão na terceira onda.
    E ainda saíram estudos ridículos como este do Instituto Pasteur, sobre o ”papel protetor da nicotina”

    https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/afp/2020/04/22/estudo-aponta-possivel-papel-protetor-da-nicotina-contra-coronavirus.htm

    EManuel, pega a véia e sai de férias.

    • ADM disse:

      Caro Jorjão Acarneirado, veja abaixo:

      França :
      População: +/- 67 milhões – Vitimas Covid: 99 mil

      Brasil :
      População : +/- 212 milhões – Vitimas Covid : 358 mil

      Logo, temos cerca de 50 mil vitimas a mais que eles, os franceses. Isto , guardado as devidas proporções em termos de população.

      Vc acha pouco??

      Também não concordo com os risos, No atual momento que vivemos temos mais razões para choro.

      • Jorge Teixeira Carneiro disse:

        Então aumentou um pouco a nosso ”favor”.
        Peguei uma matéria de semanas passadas.
        Mas veja que é próximo estatisticamente falando.

    • Stéphane Crombez disse:

      Repito que eles não zombaram do Brasil mas daquele deputado francês que a camera dá close nele as vezes no vídeo e que foi um defensor da cloroquina o ano passado. Problema em que no Brasil ou na França, muitos deputados se acham espertos mas são ignorantes. Não dá para jogar fora a fala dos especialistas (por especialista, eu descarto pessoas como Olavo)

    • Nabo disse:

      EITA JORGETE!! PEGOU NOTICIAS DO TEMPO QUE A TERRA ERA PLANA PRA JUSTIFICAR KKKK

  5. ivan tri mundial disse:

    Só no Brasil ainda tem gente que acredita em Bozo e cloroquina, a cloroquina ainda serve para alguma coisa…

  6. Stéphane Crombez disse:

    Olá,
    Só gostaria de corrigir o que foi mencionado no artigo. “Castex fez membros do parlamento rirem ao dizer que o Brasil é o país que mais receita a cloroquina/hidroxicloroquina no mundo para a covid-19”. Não é verdade. Nessa fala do Castex, ele na verdade está respondendo a um deputado da câmara. Ele disse a ele “Você, Deputado, não pode acusar o governo (francês) de não fazer nada. Sim, você pode, tem uma coisa que não fizemos é verdade, é seguir o seu conselho que você escreveu numa carta ao Presidente da República (Macron) que consistia em defender o uso da cloroquina”. É nessa hora que os deputados estão rindo, estão zoando do tal deputado francês. E é depois das risadas que o Castex completa “olha o que deu no Brasil que é o país que mais receitou uso desse medicamento”.

    Só para deixar claro que os deputados estão rindo da cara do deputado francês, e não do Brasil.
    Abraços,

    • ivan tri mundial disse:

      Agora temos o negacionista que não aceita a realidade mesmo vendo vídeo

      • Stéphane Crombez disse:

        Você é um fanfarrão Ivan rsrsrsrs. eu só fiz tradução literal do que os caras falando. No final, sei da minha língua materna.
        A realidade? qualé? quero ouvir a sua 😉

    • Jorge Teixeira Carneiro disse:

      Para-lamento de lá é igual ao daqui.
      Hienas.
      Segundo a imprensa local, é culpa do presidente (do nosso, é claro)

    • Chipmunk disse:

      As risadas podem não ter sido dirigidas para o Brasil, mas ao citar o país como exemplo negativo para embasar a argumentação contrária a cloroquina, o primeiro-ministro expõe o cartaz negativo que o Brasil tem no combate a covid-19

  7. Chipmunk disse:

    Curioso é que a cloroquina como principal meio para conter a covid-19 é tese de um médico deles, Didier Raoult, e veja que assim mesmo nem os franceses o levam a sério, até porque esse pesquisador já tem fama de polêmico já de muitos verões passados.

    E ironia das ironias, Bozo defende a cloroquina, tese que vem de um país (que também a refuta veemente com se vê pelo vídeo acima) com quem ele tem sérias divergências, a começar pelo Macron e depois porque a França foi um dos que países da UE que mais se empenhou para barrar o acordo com o Mercosul (e, portanto, com o Brasil).
    O Trump defendia a cloroquina, porque ele tinha (poucas, é verdade) ações da Sanofi, que é a farmacêutica detentora da cloroquina. Mas, e quanto ao palhaço?! Só por que tinha paixão platônica pelo homem-laranja?!

    • Felikes disse:

      No início a cloroquina parecia um remédio promissor contra a covid-19, em vitro funcionava. Só que na prática se revelou ineficaz, algo que acontece frequentemente com remédios durante o trajeto em vitro – prática.

    • Jorge Teixeira Carneiro disse:

      A França está empenhada em barrar qualquer acordo, porque a sua agricultura é improdutiva, é subsidiada pelos impostos.
      Não tem qualquer capacidade de competição com os produtos do agronegócio brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via