Congresso em Foco

Relatório do Coaf mostra que Queiroz movimentou, no total, R$ 7 milhões entre 2014 e 2017[fotografo]Reprodução / Facebook[/fotografo]

Queiroz deixou o arbítrio nu

22.12.2018 15:35 9

9 respostas para “Queiroz deixou o arbítrio nu”

  1. luciano damiao disse:

    Cadê o queiroz? o povo quer saber….

  2. Fábio disse:

    A diferença é que na direita ninguém tem bandido de estimação. Quem tiver culpa no cartório que pague caro e pronto, sem relativismo moral.
    Ninguém chamará criminoso de perseguido político ou fará vigília em frente ao presídio.

    • Alexsandro disse:

      Os bandidos da direita são de estimação para a justiça, para juízes e ministros do STF. Têm Moro privilegiado. Precisam de mais estimação que isso???

  3. Patricia Dakini Morená disse:

    Sobre o caso Queiroz: duas decisões recentes do Supremo mudam o rumo
    das investigações em relação ao que normalmente acontecia em casos
    assim.

    1) As conduções coercitivas foram proibidas pelo Gilmar
    Mendes. O caminho para o MP agora é decretar a prisão temporária do tal
    Queiroz. E já estava bom pra pedirem uma busca e apreensão também.

    2) Deputados e senadores não têm mais direito a foro privilegiado em
    casos não relacionados ao mandato. Quando o Flávio Bolsonaro tomar posse
    no Senado, em 1 de fevereiro, poderá
    ser alvo de um inquérito sobre o mensalinho da Alerj na justiça estadual
    do Rio e ser julgado por um juiz de primeira instância.
    Poderá, inclusive, ser condenado e preso mesmo que os colegas de Senado não lhe cassem o mandato.

    Agora é a hora da verdade para ver o quanto esse país mudou. (Erick Bretas)

    • Patricia Dakini Morená disse:

      Congresso em Foco
      comendo barriga escrita pelo secretário nacional de Esporte Educacional
      e de Incentivo ao Esporte nos governos Lula e Dilma e ex-presidente da
      União Nacional dos Estudantes (UNE), Ricardo Cappelli!
      Opinião, sim. Mas com o minimo de checagem de informaçao pra nao desinformar e jogar no lixo a credibilidade do Congresso em Foco .

    • Alexsandro disse:

      Errado, a condução coercitiva só foi reconhecida inconstitucional pelo STF para os casos em que a testemunha ou réu não são intimados a depor (como sempre ocorria na Lava jato). Não é o caso do ex assessor que foi devidamente intimado e já passou do ponto de uma coercitiva. Fosse algum político de esquerda já teriam mandado de busca e apreensão cumpridos com direito a condução coercitiva e espetáculo midiático ao vivo. Estão esperando o que?

  4. Rogério Rocha disse:

    Belo texto. Somos a resistência! Saudações tricolores!

    • Fábio disse:

      Essa esquerda nutella não arruma nem o próprio quarto e se diz resistência. Vocês estão preocupados com microagressões, pertencem a uma geração ridiculamente fraca, vão resistir ao quê? A uma eleição em que foram derrotados? Que coisa mais patética e antidemocrática.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via