Congresso em Foco

Fernando Haddad reuniu-se com a bancada do PT no Congresso Nacional. Participaram os atuais congressistas e os eleitos. [fotografo]Foto: Ricardo Stuckert [/fotografo]

PT quer frente de oposição, mas não diz quais partidos formarão aliança

21.11.2018 17:58 21

Publicidade

21 respostas para “PT quer frente de oposição, mas não diz quais partidos formarão aliança”

  1. Dila Costa disse:

    Força PT. Que essa oposição seja justa, e que o povo, principalmente os mais pobres possam contar com deputados e senadores petistas que estarão no Congresso nos representando.
    Tenho um orgulho indescritível de estar do lado desse partido, que oras erra, oras acerta, mas nunca, nunca mesmo virou as costas para seu povo.

    • Adyneusa Moura Oliveira disse:

      Quanto mais se vivi mais se erra, e quanto mais se erra se acerta.
      O PT tem uma história de erros e acertos, Mas nunca saiu da sua finalidade, governar para o trabalhador. Sempre esteve em sua defesa, Mesmo errando.
      Quais deputados federais que votaram a favor dos trabalhadores, a favor da Petrobrás, contra a reforma trabalhista, da previdência. Quem investiu no Nordeste esquecido por 500 anos? Quem levou água, emprego, empresas, cisternas, investiu na agricultura familiar, ingressou pobres e negros nas universidades, criou uma nova classe de trabalhadores, investiu em pesquisas e ciências, cultura, esportes, em empresas nacionais, pagou o FMI, triplicou o PIB.
      Também tenho orgulho de está do lado desse partido, Porque os outros como governos praticaram mais erros do que acertos.

      Quem nunca errou não teve experiências para aprender e acertar.
      Quem sempre teve o poder de mãos beijada apoiado por uma elite do atraso não conhece seu povo.

      • Bento Sartori de Camargo disse:

        O que levou e continuará levando políticos corruptos de qqr partido para a cadeia será a maldita “corrupção” direta ou dissimulada que é o que mais existe em todos os partidos e atingiu o ápice com o PT.

        • Dila Costa disse:

          O dia que vc descobrir que dentre os partidos mais importantes na política brasileira, os políticos do PT são lanterninhas em envolvimentos com caso de corrupção. E que esse partido que hoje é o mais apedrejado pela mídia, e por grupos e movimentos direitistas, nem de longe é o mais corrupto do Brasil, e que ápice da corrupção é toda essa corja que estão se organizando no poder para a partir de 2019 resgatarem o jeito aristocrático de governar, talvez seu ódio pelo petistas diminua.

      • Dila Costa disse:

        Grata pelas sábias palavras. É sempre uma renovação de forças quando encontramos companheiros de luta pelo caminho.

  2. Elba Pereira disse:

    Virou sarna!!!

  3. Bento Sartori de Camargo disse:

    Apenas um bando de politiqueiros com uma sigla ParTidária que está com os dias contados. Só lixo tóxico!.

    • Adyneusa Moura Oliveira disse:

      Dias contados?
      3 governadores eleitos no primeiro turno.
      4 no total.
      256 prefeituras.
      56 deputados federais.
      4 senadores.

      Ainda chegaram em segundo turno nas eleições para presidente com 47 milhões de votos, Isso porque a campanha com novo candidato só começou dia 11/09, Senão poderia ter ganho.

      Se não tivessem prendido o campeão de votos com certeza ele ganharia as eleições no primeiro turno.
      Com todo massacre da mídia,lava jato, partidos de direita que surfaram na onda. impeachment e impedimento do Lula.

      Não será fácil derrubar o PT, Tem história e já governou o país e foi aprovado por 86% da população. Ondas vem e vão.

      • Bento Sartori de Camargo disse:

        O seu partido foi muito bem votado na Região Nordeste, claro lá está nossa maior reserva de “politiqueiros safados” que fazem o diabo para manter o máximo de nossos irmãos nordestinos na maior ignorância e dependência do “assistencialismo barato” dos coronéis, que devolvem essa “ajuda” votando nesse bando de politiqueiros vagabundos que entram e não fazem absolutamente nada, e sempre são infelizmente reeleitos pelo “assistencialismo barato”. Chega de politiqueiros safados no Poder!.

        • Dila Costa disse:

          Seu posicionamento político seria cômico, e não fosse trágico. Tente desfazer esssa lavagem cerebral que a Globo, e a mídia em geral fez em vc.

          • Bento Sartori de Camargo disse:

            Muito pelo contrário, vejo uma realidade onde um país riquíssimo onde é possível até escolher o clima onde morar, recursos minerais enormes, grande biodiversidade, recursos hídricos abundantes, uma das maiores cargas tributárias do planeta com retorno medíocre para a sociedade. Não é só culpa do PT e sim de todos os péssimos Gestores Públicos que os votantes elegem e por incrível que pareça, ainda “reelegem”, é pracabá mesmo viu…

  4. mariossergio disse:

    Agora o PT está com tudo, é mais uma vez oposição. Vejam como agiam antes de se tornarem situação:

    Em 1985 o PT não concordou com a eleição de Tancredo e expulsou os deputados que votaram nele;

    Em 1988 o PT votou contra a nova Constituição;

    Em 1989 o PT defendeu o não pagamento da dívida externa, o que transformaria o país em um caloteiro mundial;

    Em 1993 o Presidente Itamar Franco convocou todos os partidos para um governo de coalização pelo bem do país. O PT, adivinhe, foi contra e não participou;

    Em 1994 o PT votou contra o Plano Real, que viria acabar com a mega inflação de décadas dizendo que a medida era eleiçoeira;

    Em 1998 o PT votou contra a privatização da telefonia. Imagine como seria hoje se isso não tivesse ocorrido, estaríamos sem quase 200 milhões de linhas telefônicas e sem internet;

    Em 2000 o PT lutou ferozmente contra a criação da Lei de Responsabilidade Fiscal, que obriga os governantes a gastarem apenas o que arrecadam. Por que será?

    Em 2001 o PT votou contra a criação dos programas sociais do governo e as classificou como esmolas eleitoreiras. Quando no governo as abraçou e divulgou como se ele próprio as tivesse criado.

    Portanto, agora o PT vai deitar e rolar…

    • João Pascon disse:

      Isso é PT

    • Dila Costa disse:

      É fácil dar um control C e control V, e resgatar aqui a História política do PT. Quero ver ter coragem de fazer isso com todos partidos que hoje são oposição, e principalmente com os que hoje são posição. Fácil dizer que o PT já votou contra isso e contra aquilo, Difícil é sair da casinha e ser homem ou mulher o bastante de dizer naquilo que seu partido ou o
      candidato que vc elegeu também já votaram contra e que depois deu certo, ou que votaram a favor e depois fudeu com a vida do povo, do trabalhador. Tens noção de quantas propostas boas para o país, Bolsonaro já votou contra nos seus 30 anos de Congresso, como deputado federal. PS. “Não vem ao caso, né”?

      • Bento Sartori de Camargo disse:

        O maior desafio nao é a sigla, e sim os elementos dela que sao alinhados com ideologias que até agora não deu certo em lugar algum do planeta. Basta olhar: começa com Cuba, Venezuela, Coreia do Norte, a ex.URRS e outros países com ideologias congêneres. Baixíssimo desenvolvimento, pouco domínio e desenvolvimento de tecnologias para consumo interno e exportação, controle da mídia, e da vida dos cidadãos.

        • Dila Costa disse:

          Não que eu esteja concordando que o PT quis ou quer trazer para a política brasileira o que governantes que se dizem de esquerda fizeram no países deles, mas certo mesmo quem deu foi o Capitalismo, né? Tirando Cuba e Venezuela que são comunistas, basta vermos como está bem os outros 33 países capitalistas do continente Americano. Como por exemplo, México, Argentina, Haiti, etc, etc, etc. Ou ainda como está bem os países mais pobres do mundo capitalistas que ficam na África.
          Enfim se os 13 anos de PT não foi o bastante para desconstruir a imagem distorcida que a direita desenhou do partido, se não foi o bastante para provarmos que o fato de não batemos de frente com as políticas de Cuba e Venezuela, não significa que queremos trazer essa política para o Brasil, só nos resta dizer que esqueça o desafio de tentar provar o contrário, já tentamos provar e perdemos.

          • Bento Sartori de Camargo disse:

            Que bom que podemos divergir sem agressões pessoais ou ressentimentos, já estamos exercendo um dos pilares da democracia, poder trocar idéias mas respeitando o sagrado direito de livre expressão e isso é salutar. Percebo sem muito esforço que as maiores e mais avançadas conquistas em diversos campos do conhecimento ocorreram em países com ideologias democráticas, pois nelas o mérito é sempre o fator que impulsiona o domínio e desenvolvimento em todas as áreas e relacionamentos humanos e não descarto que um dos pecados do capitalismo é que sempre o mais forte tende a dominar os menores, aí entra o Gestor Público com as devidas regulamentações e limitacões.

          • Dila Costa disse:

            Sim, é ótimo poder divergir sem agressões, nem sempre sou fofa assim, rsrs.. mas com pessoas que não me diminuem ou não me insultam, pego leve. E pode acreditar a esquerda brasileira, em especial o PT, nunca quis um regime diferente que não fosse alicerçado na Democracia, e por mais que sejamos críticos ao capitalismo, ainda acreditamos que é o sistema financeiro que funciona, só precisa ser moderado, e o fato de nos opormos com tanta veemência ao Imperialismo americano, não significa que queremos instalar no Brasil o comunismo.

      • mariossergio disse:

        Minha cara, eu não votei no Bolsonaro, eu não elegi presidente algum. Mas você, como toda boa petista, leva ao pé da letra o discurso irado de Lula que dividiu o país entre nós e eles, ou seja, antes, se não fosse petista, seria FHC e agora é Bolsonaro. Todos ruins, mas que o PT é o pior, não resta dúvida.

        E eu tenho noção de quantas propostas Bolsonaro, nos seus 27 anos de vida pública, apresentou. Foram 171 projetos de lei e apenas dois foram efetivados. Dentre os que não foram, para nossa felicidade, havia alguns esdrúxulos,como o que nos mandava aplaudir após a execução do hino nacional, a inclusão de roubo de veículos como crime hediondo, a proibição de vocábulos estrangeiros em rótulos de produtos, propagandas e fachada de lojas, e, incrível!, a instituição do Dia do Detetive!

        Mas como a matéria fala sobre oposição petista, comentei sobre oposição petista, os 27 anos de Bolsonaro como congressista “não vem ao caso, né”. Se a matéria tratasse do PSDB, eu criticaria o PSDB, se fosse sobre o MDB, eu criticaria o MDB, mas como é sobre o PT, estou criticando o PT, fácil assim.

        E você, tem alguma dificuldade em entender o que diz a matéria, ou é apenas uma petista que ainda acredita no Encantador de Asnos?

        • Dila Costa disse:

          O meu comentário no site, foi exclusivamente em cima da matéria meu caro. Agora a contra resposta que te dei, foi em cima do que que vc comentou. Sendo assim se vc achou que ela fugiu do tema, considere que quem tem dificuldade de entender o que lê, seja vc. Aliás em momento algum na matéria fala-se em projetos apresentados por candidatos, nem tão pouco eu levantei essa questão, logo se do nada vc jogou esses projetos na conversa, mais uma confirmação do seu analfabetismo funcional.
          E respondendo a sua pergunta, eu não tenho dificuldade de entender absolutamente nada, e sim acredito no Presidente Lula, nem sempre pelo que ele fala, mas sempre pelo que representou na trajetória de luta do povo trabalhador.

          • mariossergio disse:

            Afirmou você em sua crítica a meu comentário: “…que seu partido ou o candidato que vc elegeu também já votaram contra e que depois deu certo…”, ou “Tens noção de quantas propostas boas para o país, Bolsonaro já votou contra nos seus 30 anos de Congresso, como deputado federal” – Eu não elegi Bolsonaro, nem toquei em seu nome em meu comentário, foi você que o citou em sua crítica, e que, em sua ânsia de separar “nós de eles” deduziu meu voto.

            E o seu comentário eu nem li, não perdi meu tempo.

            E você me perguntou se tenho noção de propostas de Bolsonaro. Respondi.

            Portanto, você tem sim dificuldades de entendimento, ou então, como toda boa petista, não admite críticas a seu partido e seu ídolo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via