Congresso em Foco

O ministro Raul Jungmann, da Segurança Pública, atendeu a solicitação da Procuradoria-Geral da República[fotografo]Marcelo Camargo/Agência Brasil[/fotografo]

PF abre segundo inquérito para investigar agressão a Bolsonaro

19.09.2018 16:33 3

Publicidade

Publicidade

3 respostas para “PF abre segundo inquérito para investigar agressão a Bolsonaro”

  1. Mito2018 disse:

    porque esse ministro PTista nao diz que foi o PT que mando faze isso com Bolsonaro hem UOL vçs fica escondendo as coisa do cidadao de bem mais todo mundo ja sabe que aquele verme foi la em Brasilia te uma reuniao com esses ministro e recebe o dinheiro pra mata Bolsonaro mais isso vçs nao diz ne porque sera hem vçs deve ta com medo por que sabe que Bolsonaro ja tem mais de 80% dos voto e vai ganha no primeiro turno e vai manda o General Mourao e os militar honesto fuzila todos vçs ne seu lixo comunista

  2. hardy dick disse:

    EXCLUSIVO: CÂMARA TEM REGISTRO DE VISITAS DE ADÉLIO BISPO NO DIA DO ATENTADO
    Fonte oantagonista
    Brasil 19.09.18 18:08
    Por Claudio Dantas
    Ofício da Polícia Legislativa, obtido com exclusividade por O Antagonista, informa a existência de dois registros de entrada de Adélio Bispo de Oliveira na Câmara dos Deputados, no dia 6 de setembro – data do atentado contra Jair Bolsonaro.

    O documento oficial foi enviado ao terceiro-secretário, deputado JHC, que atendeu à solicitação de O Antagonista por todos os registros de visitação do criminoso.

    “Constatou-se a existência de mais dois registros de entrada referentes à pessoa do Senhor Adélio, ambos datados do dia 6 de setembro de 2018, dia em que fora efetuada sua prisão no estado de Minas Gerais em decorrência do atentado ao deputado Bolsonaro”, escreve o diretor Paul Pierre Deeter.

    Como é impossível Adélio ter estado na Câmara, Deeter desconfia que os registros tenham sido forjados e determinou a abertura de uma investigação interna para “averiguar as circunstâncias nas quais se deram os supostos registros”. Ele também pediu a decretação de sigilo.

    Há duas semanas, O Antagonista havia obtido a confirmação de uma visita de Adélio ao Anexo IV no dia 6 de agosto de 2013. Não foi possível, porém, saber o destino do criminoso nas dependências legislativas – se esteve em algum gabinete parlamentar, por exemplo.

    Agora, porém, a situação é muito pior.

    A constatação da Polícia Legislativa revela uma grave vulnerabilidade do sistema de controle de acesso às dependências da Câmara.

    Se os registros de entrada de Adélio foram feitos antes do atentado, significa que alguém de dentro – com acesso ao sistema – tentou forjar um álibi para Adélio.

    Caso tenham sido forjados posteriormente, resta evidente a tentativa de apagar qualquer rastro do criminoso e confundir as autoridades, numa clara tentativa de obstrução da Justiça.

  3. Fábio disse:

    Faz bem a PF: o atentado político promovido pela esquerda, certamente não por um lobo solitário (está mais para matilha), precisa ser investigado a fundo, para o bem da democracia.
    A primeira estratégia da esquerda foi desconstruir a imagem do Bolsonaro, usando para esse projeto vil os vassalos da mídia. Não adiantou: todos perceberam a jogada e o capitão continuou crescendo nas pesquisas, para desespero do establishment.
    Depois decidiram matá-lo mesmo, afinal viram que era a única forma de evitar sua vitória. Também falharam e sua candidatura só fez crescer.
    Está lindo de ver a derrocada do estamento burocrático. Vamos aguardar os próximos lances deste jogo em que o Brasil está vencendo por enquanto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via