Congresso em Foco

Deputado Filipe Barros é o relator da Comissão do Voto Impresso [fotografo]Cleia Viana/Ag. Câmara[/fotografo]

Governistas fecham o cerco na comissão que analisa volta do voto impresso

18.05.2021 10:47 17

17 respostas para “Governistas fecham o cerco na comissão que analisa volta do voto impresso”

  1. Diniz disse:

    Se nem nos Estados Unidos que foram pra lua tem voto eletrônico, porque aqui, no país da safadeza e impunidade tem? Tem mesmo que acabar com essa urna eletrônica.

  2. Ricardo Romano disse:

    O Ge-no-ci-da pode espernear à vontade. Em 2022 estará fora da presidência. E vai responder pelos seus crimes. Ca-na-lha!

  3. Rafael Backup disse:

    No final, nao será aprovado e nem aceito.

    • Mateus S. Vasconcelos disse:

      E terão gasto tempo de trabalho que poderiam estar vendo outros projetos mais importantes para a sociedade em vão.

  4. Mauro Assis disse:

    Tanto problema pro país resolver e agora vamos gastar energia e dinheiro (que podem ser BILHÕES, caso essa bobagem seja aprovada) para “consertar” algo que funciona há 25 anos sem nenhuma denúncia comprovada.

    Eeeeee… Brasil!

  5. Ernesto Freire Pichler disse:

    A contagem manual de votos pode ser melada, como ensinou o Trump. E o Bozofascista quer isso para causar tumulto e ensejar um golpe. O genocida é, também, golpista.

    • Andre Luiz Vilas disse:

      Eu não tenho tanta certeza assim … vide Japão , Alemanha , Itália , França , Canadá etc etc … deve ser por isto que estes pobres países ricos tem voto em cédula né , rs

      • Marcos Montanheiro disse:

        Para muitos, precisamos desenhar. É o voto impresso auditável. O eleitor não leva o voto impresso para casa. Será instalada uma impressora na urna em que o eleitor após escolher seu candidato, verifica no visor da impressora a foto do candidato escolhido. Após a confirmação, a foto do candidato vai para um compartimento lacrado. Havendo desconfianças sobre o vencedor da eleição, o político terá a oportunidade de questionar o resultado. E o eleitor terá mais confiança no sistema eleitoral

        • Mateus S. Vasconcelos disse:

          E o que isso impede da urna imprimir votos enquanto não tem ninguém votando?

          Isso de voto impresso é uma total furada! Melhor seria se fizessem o código fonte da urna aberto, para a sociedade investigar falhas de código e eliminar por vez essas especulações.

          • Marcos Montanheiro disse:

            Quando você utiliza seu cartão de crédito/débito para pagar suas compras nas maquininhas, você pede sua via de comprovante de que o valor estava correto? Ou você confia 100% no sistema da maquininha?

          • Alex disse:

            Quando você toma um remédio, você tava lá na hora de todas as etapas da pesquisa ou você confia 100% no sistema?

            O sistema de votação é auditado e fechado, pode ser fiscalizado pelos partidos, não há conexão com a internet. Imaginar um conluio entre todos os servidores e fiscais sem que vaze qualquer indício de fraude é loucura, o próprio presidente vem ganhando eleições nesse sistema há muitos anos, se essa por.ca.ria passar, vamos ter atrasos de semanas ou até meses para os resultados gerados desde problemas na impressão (isso dá bug toda hora) até a judicialização do resultado, fora que, no mundo surreal da conspiração, bastaria que os servidores públicos espalhados pelo Brasil trocassem os impressos verdadeiros por falsos e na contagem prevalecesse os resultados impressos. Em todos os casos, precisaríamos de um coluio irreal e impraticável do nível daqueles que acreditam em terra plana.

          • Marcos Montanheiro disse:

            Responda a minha pergunta primeiro e depois eu respondo a sua pergunta.

    • Jorge Teixeira Carneiro disse:

      Arnesto.
      Procura aí no Google.
      ”Caso Procunsult”…sem mais por hora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via