Congresso em Foco

Bolsonaro cumprimenta apoiadores na saída do condomínio onde mora no Rio[fotografo]Tomaz Silva/Ag. Brasil[/fotografo]

Bolsonaro sinaliza rompimento de relações com Cuba e avisa: “Não posso errar, senão o PT volta”

02.11.2018 17:05 13

Publicidade

13 respostas para “Bolsonaro sinaliza rompimento de relações com Cuba e avisa: “Não posso errar, senão o PT volta””

  1. José Higino disse:

    A população cansou da esquerda . Agora é a direita (espero que radical como foi a esquerda) . Quem não tiver satisfeito podem ir para cuba ou venezuela. Não sei porque cuba não foi extinta do mapa . Mas cada um tem o governo que merece . Agora é nossa hora . Se alguém ou algum país não gostar , até logo .

  2. Fábio disse:

    Não entendo essa lógica. Como ganhar dinheiro se estamos pouco inseridos na cadeia global de comércio? Não é se isolando e realizando poucas trocas que teremos prosperidade econômica. Todos esses países que mencionou são muito mais abertos ao comércio do que o Brasil. Somos um dos países mais fechados do mundo, uma nação quase provinciana.

  3. Fábio disse:

    Talvez este seja um erro pontual, mas o quadro geral é positivo. Afinal, com uma orientação liberal da economia, a ideia é fazermos muito mais comércio internacional.

  4. Lucas pingret disse:

    CUBA É UM CÂNCER A SER EXTIRPADO, O MUNDO TEM A OBRIGAÇÃO DE LIBERTAR A POPULAÇÃO DESTA ILHA DO COMUNISMO QUE JÁ CEIFOU CENTENAS DE MILHARES DESTE CIDADÃOS E AINDA MANTÉM CENTENAS NA PRISÃO PELO SIMPLES ATO DE DISCORDAR DOS PLANOS DO GOVERNO SANGUINÁRIO….
    O BRASIL MANTENDO-SE LÁ CORROBORA E SE TORNA CÚMPLICE DESTE GENOCÍDIO

    • Ernesto Freire Pichler disse:

      Você repete muita bobagem, como um papagaio. A verdade é que o IDH de Cuba é maior que o do Brasil, um dos maiores das Américas. Não há miséria em Cuba, como há nos EUA. Não há presos políticos em Cuba, apenas criminosos presos após julgamento justo.

  5. Ernesto Freire Pichler disse:

    Cuba é mais democrática que os EUA.

    • Bento Sartori de Camargo disse:

      O que é que vc ainda está esperando por aqui cara?, tchau Cuba te espera e morra por lá.

    • Adyneusa Moura disse:

      Minha preocupação nem é essa, São as exportações e importações que temos com Cuba.
      O Brasil é o segundo maior exportador para Cuba, vamos perder bilhões em negócios, Como ficará a balança comercial? Esse homem não tem preparo nenhum para ser presidente do Brasil, Não entende de economia nem de geopolítica. Não deve saber o que seja balança comercial, e que seus amigos da bancada ruralista dependem dessas exportações.

      Ligo logo deve aparecer algum vídeo desmentindo de novo, porque alguém deverá orientar ele. Em 28 anos de carreira política não procurou conhecer os problemas do Brasil, como se faz política externa. como investe na indústria.
      Já pegou briga com Israel, com a China agora com Cuba.
      Vai afundar o brasil?

      • Fábio disse:

        Adyneusa, o governo nem começou e está torcendo contra? Lembre-se que estamos no mesmo barco e o sucesso do governo beneficiará a todos, assim como o inverso é verdadeiro.
        O que Bolsonaro propõe é justamente ampliar nosso comércio internacional, já que somos um dos países mais fechados do mundo.
        E vamos nos lembrar qual era a alternativa: o partido que levou o Brasil à maior crise econômica de sua história.

    • Fábio disse:

      Realmente vemos todos os dias americanos fugindo do seu país para viver a maravilha da “democracia cubana”.

      • Ernesto Freire Pichler disse:

        Fábio, Cuba é um país pobre, sem recursos naturais, por isso seu povo não vive em fartura mas vive dignamente, com elevado IDH, excelentes níveis de educação, serviços de saúde, cultura, esportes, lazer, participação política democrática nas assembleias do Poder Popular. Muitos americanos vão a Cuba para fazer turismo, e até para tratamento médico.

        • Fábio disse:

          Por que passa pano na ditadura mais longeva do continente? Ainda que fosse um reduto de prosperidade, sendo que é justo o contrário, deveríamos repudiar o regime tirânico que tomou de assalto o poder na ilha, em nome de uma ideologia decrépita.
          Ora, como um país sem eleições livres, governado há seis décadas pelo mesmo clã, em que não há liberdade de expressão, em que não há liberdade jornalística, que possui presos políticos e em que seus cidadãos são proibidos de viajar para o exterior, pode ser uma democracia?

  6. Fábio disse:

    Realmente não temos nada a ganhar mantendo relações com essa ditadura jurássica. Vamos nos relacionar com nações livres e democráticas como EUA e Israel.
    Na era petista, não apenas fomos subservientes a esta tirania, como ainda por cima a financiamos. Por isso éramos conhecidos como anões diplomáticos na comunidade internacional.
    Finalmente teremos uma politica externa altiva e defensora das liberdades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Se você chegou até aqui, uma pergunta: qual o único veículo brasileiro voltado exclusivamente para cobertura do Parlamento? Isso mesmo, é o Congresso em Foco. Estamos há 17 anos em Brasília de olho no centro do poder. Nosso jornalismo é único, comprometido e independente. Porque o Congresso em Foco é sempre o primeiro a saber. Precisamos muito do seu apoio para continuarmos firmes nessa missão, entregando a você e a todos um jornalismo de qualidade, comprometido com a sociedade e gratuito. Mantenha o Congresso em Foco na frente.

Seja Membro do Congresso em Foco

Apoie

Newsletter Farol Político

Perspectivas exclusivas e a melhor análise do poder

assine

Receba notícias também via