Com dinheiro na cueca, irmão e secretários de prefeito candidato à reeleição são presos

CaucaiaCearácompra de votocrime eleitoraleleições 2020FortalezaNaumi AmorimPFPolícia civil
Comentários (18)
Comentar
  • Valdir

    CF, solte matéria aí sobre o senador Irajá!
    Já ficou provado que a modelo que o denunciou “MENTIU”. Ela deu para ele na boa.
    Como a tal da Mariana Ferrer, é só mais uma vagabunda. Muitas mulheres hoje, infelizmente, mancham a imagem daquelas que são sublimes.

    • Jorge Teixeira Carneiro

      Deu ou vendeu?

      • Valdir

        Deu, né?
        Se tivesse vendido não reclamava.

        • Jorge Teixeira Carneiro

          Acabou-se esse tempo.
          Não existe mais aquel negócio cujo fiador era o Petelho da Bceta.
          Elas cobram, a gente paga e depois ela vão reclamar que foram estupradas.

          • Valdir

            É VDD!
            Bons tempos em que elas pensavam no futuro e o pagamento era um canivetinho suiço….. rsrssrs

          • Jorge Teixeira Carneiro

            É só ler no UOL.
            Tem umas PTas famosas que tem fã clube e blog no site.
            Eles dizem que elas são atrizes, modelos e ”influencers”

    • Jorge Teixeira Carneiro

      Como diz a sabedoria popular: “Diz-me com quem andas e te direi que és modelo e atriz”

  • Felix A Macedo

    No mínimo eles terão que justificar a origem desse dinheiro.

    • Jorge Teixeira Carneiro

      Estavam indo ao mercado comprar verduras.

      • Valdir

        Como esse pessoal do Ceará gosta de andar com dinheiro na cueca. Isso deve ser o virus “Capitão Cueca”!

        • Jorge Teixeira Carneiro

          Os agricultores tem saudades do governo Lula, quando as verduras eram vendidas em dólares e euros.

        • Felix A Macedo

          Não é só no CE não. Aquele senador Chico Rodrigues, aquele que o Bozonero disse que tinha “quase uma união estável” com ele, pego com dinheiro na cueca, é de RR.

          • Jorge Teixeira Carneiro

            Tem toda a razão.

            Político brasileiro, seja de direita ou de esquerda ou de centro, de cima ou de baixo gosta mesmo é de meter a mão na cueca para ver duras. Só que agora as ver duras são em reais.