Ministro da Defesa de Bolsonaro defende flexibilização em regra que diz quando policial deve atirar

Augusto HelenoForças Armadasgeneral Augusto HelenoJair BolsonaroMinistério da DefesaSegurança Pública
Comentários (15)
Comentar
  • João Orestes Daruy

    BRASIL A CIMA DE TUDO, *DEUS* A CIMA DE TODOS!!!…

  • hardy dick

    solução para toda essa discussão: Policial com câmeras, obviamente as imagens servirem como provas.

    “Com câmeras em uniformes, cidade dos EUA reduz violência policial
    Rialto, na Califórnia, foi primeira cidade a estudar a fundo o impacto da tecnologia.”
    Fonte BBC

  • Fábio

    Temos 60.000 homicídios por ano e ainda tem gente questionando a brandura da legislação. Quem não quer mudar, deseja manter essa carnificina.

  • wzfr

    Só demagogos e direitos humanos dos manos e que defende bandido, bandido de fuzil tem sim que ser abatido, é pura ameaça a sociedade, chega de hipocresia….

  • Bento Sartori de Camargo

    Aos desinformados: o que se espera de um cara armado com um fuzil ou outra arma qualquer?, é bala na cabeça sem a menor dúvida. Pessoas de bem são trabalhadoras e não tem porque andar armada, só vagabundos e criminosos e esses devem ir para o cemitério e não para a cadeia só dando despesa para os contribuintes. Já não basta estarmos na 4ª posição no ranking mundial de homicídios?, ou tem alguém querendo que o Brasil chegue ao 1º lugar?

  • Adyneusa Moura

    Aponta um caso general que policiais esperaram o bandido atirar.
    E aponta quantos casos policiais atiraram sem perguntar quem era a pessoa.
    Aponta quantas mortes de pessoas inocentes e de policias na guerra contra o tráfico.
    Não se trata de sua vida né mas de pessoas pobres e negras que não tem como se defender.
    O país cada vez mais andando pra trás, retrocesso geral.
    Eita elite atrasada.

    • wzfr

      Adote um bandido de estimação e leve para sua casa.

    • Fábio

      Retrocesso é a manutenção da barbárie brasileira, com seus 60.000 homicídios anuais.
      Se não é atingida pela violência, tenha compaixão pelo grosso da população que é alvo da delinquência.

  • Felixrs Felix

    É A POLICIA QUE VAI DIZER QUEM É O “CIDADÃO DE BEM”???…..VAI MORRER INOCENTES E VAI FICAR POR ISSO MESMO…ELES ESTÃO TRATANDO O BRASIL COMO SE ESTIVESSE EM GUERRA…CIVIL…OS INIMIGOS SÃO OS PROPRIOS BRASILEIROS…

    • Fábio

      Inocentes não andam de fuzil.

      • José Antonio Meira da Rocha

        E se for um pai de família com uma furadeira na mão, como já aconteceu? E se for uma criança com um fuzil de brinquedo?

        • Fábio

          Estamos falamos de snipers extremamente bem preparados, não de amadores.
          Altamente improvável que atirem em uma criança ou em alguém com uma furadeira.
          Políticas públicas não podem ser baseadas em exceções, tampouco podemos nos conformar com a escalada do crime organizado e os absurdo 60.000 homicídios anuais que temos no Brasil.
          O que tem sido feito até aqui não deu certo, temos de admitir. Hora de sermos mais duros.

    • hardy dick

      solução para toda essa discussão: Policial com câmeras, obviamente as imagens servirem como provas.

      “Com câmeras em uniformes, cidade dos EUA reduz violência policial
      Rialto, na Califórnia, foi primeira cidade a estudar a fundo o impacto da tecnologia.”
      Fonte BBC

  • Valdir

    Aí o policial se depara de frente com um marginal armado com fuzil. O marginal aponta o fuzil e diz: “ainda não atirei em você, então você não pode atirar em mim”. E prega fogo no policial.
    APLAUSOS DA GALERA DOS DIREITOS DOS MANOS!