Cidades que elegeram bancadas da bala viram homicídios dobrarem

armasbancada da balaForças Armadasinvestimentos em segurançalei-e-ordemLucas NovaespolíciaPonte JornalismoSegurança Pública
Comentários (3)
Comentar
  • Edison Sampaio

    Perdão, colegas deste valoroso fórum. Posso parecer hipócrita, ignorante e violento, mas não sou nada disso, já aviso. Ao contrário, sou quase um Santo. No entanto, por torcer pela sociedade ordeira e não pela bandidagem, ouso opinar, porque tenho experiência na área: violência só se combate com violência. Vagabundo pêgo em flagrante tem q ser tratado com rigor, pois não entende outra linguagem. Os pequenos ladrões devem ficar amarrados a um Mourão pelo pé por 27 dias, alimentado a pão e água e cagando alí mesmo. Na reincidência, dobra-se a pena e assim sucessivamente. Para crimes maiores, tempos maiores. Para crimes menores, tempos menores. Pena não é para corrigir, mas para penar, sofrer, vingar. Bandidos têm q morrer de medo do padecimento. A sociedade ordeira tem q folgar, desfrutar e se despreocupar. É isso.

  • 13582196

    Estudo mais furado que queijo suíço.

    Não distingue os casos relatados de homicídio doloso, culposo ou legítima defesa.

    Coloca dados de 2006 a 2016 e ainda afirma CATEGORICAMENTE que usa dados incompletos dos municípios nesse “cálculo”.

    Não mostra os cálculos de quais municípios elegeram policiais e a relação destes nos homicídios doloso, culposo e/ou legitima defesa.
    Nem mostra se o aumento ocorreu antes ou depois da eleição dos policiais, se ocorreu logo apos as eleições e continuou ou caiu após as eleições.
    Até onde sei a eleição de policiais ocorreu como consequência do aumento da criminalidade e os confrontos ocorreram devido à ousadia dos criminosos, como os PCC usando bombas para explodir caixas eletrônicos e atirando contra os policiais com fuzis militares.
    Foi a partir daí que foi permitido aos policiais a usarem Fuzis contra os criminosos, algo que também não foi incluído nessa “pesquisa”…

  • Jorge Teixeira Carneiro

    Aumentou o número de homicídios?
    Mas isso não é necessariamente ruim, pode até ser bom.
    Depende de quem foi que morreu, né?