Dono de piscina com suástica nazista é candidato a vereador em SC

Eleições municipaisPartido Liberalregime nazistaSanta Catarina
Comentários (6)
Comentar
  • Name

    Se admiradores do comunismo e socialismo são aceitos…

  • Edison Sampaio

    O caso é bem antigo. Desde a década de ’90 esse sujeito já se declarava admirador de Hitler. Muitas reportagens sobre ele, inclusive q é um Professor querido… O q eu só soube agora é q cursou a AMAN e q é Tenente do Exército. Como tem algo em torno de 60 anos e Tenente é posto inicial do oficialato, estranhei a informação… Bem, isso não vem ao caso. Qto ao nazismo, há mesmo quem o admire. Aqui mesmo tivemos o Integralismo, capitaneado pelo Plínio Salgado, lá pelos anos ’30. Por décadas o Integralismo (e o nazismo) fez sucesso por aqui. Muitos nomes conhecidos foram membros. Cito dois famosos: Dom Hélder Câmara e o jurista Miguel Reale. É mole?

  • João Jose Negrão

    Ah, os “liberais” brasileiros…

    • Jorge Teixeira Carneiro

      Se é simpatizante das ideias do nacional-socialismo, do estado forte, planificador da economia e centralizador das decisões de um país, não pode ser chamado de liberal.
      Os liberais combateram o nazismo nas décadas de 30 e 40.
      O nazismo é uma doutrina anticapitalista.
      Os liberais são capitalistas.

      • Edison Sampaio

        É verdade. Mas é interessante ressaltar q capitalistas, incluindo banqueiros judeus, financiaram essa desgraça. E Hitler chegou até a ser festejado em muitas partes do mundo. O dirigível nazista Hindenburg, voava até pelos EUA e Europa ostentando a suástica na causa. Aqui mesmo tínhamos alguns pontos de atracacão e hangares, sendo um no Rio, o qual existe até hoje. Sem a ajuda dos capitalistas, o nazismo não teria abalado o mundo.

        • Jorge Teixeira Carneiro

          Sim. A suástica era o símbolo do tal Reich dos 1.000 anos. Por outro lado, também tínhamos a força do símbolo ”foice&martelo” da tirania concorrente ao nazismo, que também exaltava uma ideologia igualmente totalitária.
          Tal símbolo também desfilava pelo mundo em embarcações variadas.
          Essa tirania é exaltada por alguns até hoje, inclusive alguns artistas burgueses capitalistas do Leblon.