“Entraram com metralhadora, sem decisão judicial”, diz ambientalista

ambientalistasambientalistas presosbolsonarismoBoraribrigadistasCaetano ScannavinoComissão de Direitos Humanos da Câmaradecisão judicialFogo do SairéFrente Parlamentar Ambientalistahelder salomãoincêndiosIwipuragãnilto tattopolícia civil do Parápresosprevenção de fogoSaúde e AlegriaWWF-Brasil
Comentários (4)
Comentar
  • CARLOS ALBERTO RANGEL

    PARABÉNS A POLICIA CIVIL PELO BELO TRABALHO!!!!

    • Junior Gonzalez

      Isto já aconteceu na chapda diamantina na Bahia, os brigadistas área van fogo na vegetação do parque Nacional para que houvesse liberação de recursos. Desde que foi descoberto o crime não houve mais incêndios de grande porte no parque Nacional da Chapada diamantina.

  • Jose Carlos Della Vedova

    O Projeto Saúde e Alegria – PSA – é uma instituição civil sem fins lucrativos que atua em comunidades tradicionais da Amazônia desenvolvendo programas integrados na área de organização social, saúde, saneamento básico, direitos humanos, meio ambiente, geração de renda, educação, cultura e inclusão digital, visando melhorar a qualidade de vida e o exercício da cidadania. A Arte, o Lúdico e a Comunicação são sus principais instrumentos de educação e mobilização social.

    Queremos que a polícia investigue e prenda os grileiros, os especuladores, as quadrilhas que invadem e roubam as terras e florestas públicas, usando o fogo como estratégia para limpar a área. E não que acuse sem provas quem trabalha para defender a floresta.

    • Jailson

      Vai continuar preso. Se fufu.