Jovens preferem carreira pública ao empreendedorismo

concursosempreendedorismojovensjuventudeserviço públicoservidores públicos
Comentários (2)
Comentar
  • Ronaldo santos cardeal

    De uma visão puramente individual, para aqueles que não dispõem de alguma coragem para encarar o mercado como empreendedores, sim, ter o governo como patrão vale muito a pena! Mas de uma visão macro, de uma visão desenvolvimentista do país, essa procura crescente de jovens pelo serviço público decerto é algo preocupante. Tem gente que faria um bem muito maior à coletividade se pudesse se ativar naquilo que realmente sabe fazer, ou do que gosta. Infelizmente, neste ponto, o mercado brasileiro tb não ajuda. Tenho colegas tão competentes, com uma forte formação acadêmica e profissional, mas que por não encontrarem empregos minimamente razoáveis, acabam por seguir os caminhos do serviço público, em função do maior salário e da estabilidade. Neste caso, o SP se torna uma falta de opção e não exatamente uma opção.
    Por outro lado, sobre essa injeção de juventude nos quadros da administração, ainda demoro em ver os pontos positivos por algo que já explico. Como já disse, tem mta gente competentíssima e cm sólida formação ingressando no SP (e, em alguns casos, com boa experiência de mercado tb). Todavia, ainda vejo como gargalo o fato de a administração pública não saber aproveitar essas “cabecinhas”. Muitas vezes, o indivíduo tem um excelente know how, passa num concurso dificílimo, mas na prática é alocado em tarefas de média a baixa complexidade (o mais comum). Então, enquanto não houver mecanismos de tornar o serviço público mais eficiente na prática, com algumas experiências de gestão por desempenho ou por competências, o Estado ainda patinará, ainda que admita as melhores cabeças.

  • Roberto Wolf

    Com esta realidade seremos um Pais desenvolvido plenamente.