Governo impõe sigilo sobre informações que embasam reforma da previdência

CCJComissão de Constituição e JustiçaFolha de S. PauloPaulo GuedesPSDBreforma da previdência
Comentários (4)
Comentar
  • Fábio luis alvarenga

    Essa reforma é um engodo desse desgoverno, na medida em que o próprio se recusa a deixar patentes as informações e estudos técnicos que deveriam embasá-la, denota que: ou não foram feitos esses estudos, e esses números apresentados não condizem com a realidade(fato já aventado por muitos), ou esses números de forma sofismática (déficit e superávit) estão superavaliados e/ou maquiados, para criar uma comoção político-social. De qualquer forma, resta a pergunta, alguém em sã consciência assinaria um contrato, no qual não constam informações tais quais: o valor e quantidade das parcelas, os juros cobrados, os prazos e as garantias?

  • Ernesto Freire Pichler

    Essa reforma, assim como todo o governo Bozo e sua eleição, se baseia na enganação. Não querem mostrar que pretendem roubar dos pobres para dar aos ricos, banqueiros (com a capitalização) e patrões (com a não contribuição destes para a previdência).

    • Fábio luis alvarenga

      Isso sem falar na ‘participação’ dos militares, que pelo visto, acham que ser patriota resume-se a cantar o hino nacional e ‘jurar’ a bandeira.

  • Adyneusa Moura Oliveira

    Se escondem informações e porque não existe estudo técnico, não existe cálculos, e apenas seguir a cartilha do neoliberalismo que não deu certo em país nenhum.
    Por outro lado e inconstitucional decretar sigilo em documentos do governo para população e congresso. Como querem debater dados se não existem. Até aqueles, que vão defender, baseado em que dados farão? Esse governo é autoritário e medíocre. Não passará esse absurdo de reforma sem um debate claro com transparência de dados. Querem convencer a sociedade com mentiras e desinformação.