Deputados terminam votação dos destaques da Previdência dos militares

Paulo Guedesprevidência militaresRepublicanosVinícius Carvalho
Comentários (3)
Comentar
  • Onildo Melo Lima

    Familiares de militares e os próprios choraram, se descabelaram com a aprovação do relatório da previdência da categoria. Francamente, é chorar de barriga cheia. Quem paga a conta desses pessoal somos nós da iniciativa privada. Só para se ter uma ideia, a transição da categoria fardada é de 17% e só começa em 2021. A nossa é de 50% e tem início assim que esse maldito projeto foi encerrado e, portanto, entrar em vigor. O que eles, os militares, têm de melhor que nós, honrados trabalhadores, não temos? A previdência dos militares é uma das que causa os maiores prejuízos ao sistema. Tenho uma vizinha que recebe a aposentadoria do pai, que era major, com valor integral. Ela vive com seu companheiro, mas não oficializa a relação para não perder a teta. De onde vem esse dinheiro? Do nosso suor. O que me espanta mesmo é ver o PSOL, logo o PSOL, apresentando proposta para suavizar o coro de quem vive as custa do trabalhador. Isso é que é nojento, pra não dizer outra coisa. Francamente.

  • Jason Nader

    Infelizmente, o trabalhador comum continuará pagando a conta. As reformas que estão por vir (Previdência dos Militares e Administrativa) só reforçam a lama que vive o Brasil. Lama que vai além do óleo! Não exigir idade minima dos militares para aposentadoria é um absurdo! Aposentarem-se com salário integral é outro absurdo! Privilégios deveriam ser concedidos, tão somente, às viúvas dos falecidos em combate, nada além! Até porque o nosso histórico de guerras é pífio, portanto nada justifica mordomias e regalias aos soldados e demais patentes.

    • Onildo Melo Lima

      A última guerra em que o Brasil esteve envolvido diretamente foi contra o Paraguai e indiretamente a Segunda Guerra Mundial.