Não grita: de uma imposição colonial à estratégia de sobrevivência

corpo femininodesigualdade racialescravidãofiocruzFundação Perseu AbramomedicinamulheresobstetríciaOlhares NegrosraçaSaúdeviolência contra a mulherviolência obstetrícia
Comentários (1)
Comentar
  • Edison Sampaio

    É terrível…!