A gente não pode culpar a polícia, diz Eduardo sobre Paraisópolis

Eduardo BolsonaroParaisópolisPMpolícia