Mandetta admite saída até sexta e diz que cloroquina foi usada politicamente

coronavíruscoronavírus Brasilcovid-19Jair BolsonaroLuiz Henrique MandettaMinistério da Saúde
Comentários (18)
Comentar
  • Valdir

    A divergência quanto ao uso da Cloroquina reside na área de atuação do médico. São duas áreas. Exemplificando:

    MÉDICOS
    * Roberto Kalil – Defende o uso, usou, prescreve e indica.

    MÉDICOS POLITICOS
    * Luiz H. Mandetta – Não defende, não recomenda (para o SUS), mas certamente usará se for infectado;
    * David Uip – Não defende, não recomenda (para o SUS), mas USOU quando foi infectado.

    Obs.: O remédio é usado há 86 anos e não se tem notícias de que tenha causado grande número de mortes por qualquer reação adversa. Mesmo porque, se isso ocorresse, ele já teria sido proibido. No entanto, faz parte da “Lista de Medicamentos Essenciais” da OMS.

    • Name

      Pois é. O medicamento é usado contra malária há tanto tempo e nunca ouvimos os profetas do apocalipse fazerem alarde como estão fazendo agora. Não é estranho isso? É para se pensar. O que eu vejo são derrotados eleitoralmente usando a pandemia como arma política.

      • Valdir

        Dissestes tudo!
        Minha esposa já fez uso desse medicamento por 6 meses e não teve nenhuma reação adversa.

      • Michael Silva

        concordo plenamente com você.

    • Michael Silva

      concordo com você.

  • Felix

    Vai ser difícil levar a sério um novo ministro que aceite trabalhar para esse presidente inseguro, instável e intelectualmente tão limitado.

    • Michael Silva

      Não se chega a capitão do Exército Brasileiro sem ter inteligência.
      E quem apoiou o governo petista não tem moral pra julgar o nível intelectual de ninguém ( será que preciso dá exemplos?). Suponho que seja seu caso, pelas asneiras que escreveu.

      • Felix

        Parece que no caso do bozo ele chegou a ser oficial mesmo sendo um sujeitinho muito limitado (ou será justamente por causa disto?). Não foi por nada que o presidente Geisel o chamou de mau militar.
        Nem todo mundo que despreza bozo algum dia apoiou o PT. Aliás, muitos votaram nele, não por causa dele, mas por causa do PT.
        Enquanto isso, o partido fundado pela manada, a aliança bovina, parece não querer sair do chão.
        Com bozo o país vive uma época de trevas e de mediocridade.

      • Ernesto Freire Pichler

        Ele foi promovido a capitão ao ser expulso de exército. E conheço muito oficial completamente boçal, inclusive alguns que foram torturadores. A inteligência se concentra nas Universidades, não nos quartéis.

  • Ernesto

    A CIA desautorizou seus funcionários de usar cloroquina por provocar morte por problemas cardáicos, enquanto o ator Tom Hanks e sua esposa foram tratados com cloroquina na Austrália e descrevem terríveis efeitos colaterais.
    Acho melhor esperar algo que funcione e sempre ignorar o que Bolsonaro diz.

    • Name

      “e sempre ignorar o que Bolsonaro diz.”. O final de seu comentário desacredita o que disseste no início do mesmo. Medicamento usado para tratar a malária provoca morte por problemas cardíacos? Quanta gente que teve malária deve ter morrido pelo uso deste medicamento… Por favor… Conta outra.

    • Michael Silva

      Para o tratamento da malária serve e não tem efeitos colaterais? mas para tratar o covid-19 não serve porque foi o presidente que sugeriu?
      Meu irmão teve malária e se tratou com esse medicamento e está vivo até hoje e nunca o ví se queixando de efeitos colaterais…

      Quando for um parente seu contaminado com o COVID-19, quero ver se ainda vai recusar o tratamento.

      outra coisa, quando for afirmar alguma coisa cite a fonte.

      • Ernesto

        Qualquer um pode digitar uma dúvida no Google e a esclarecer, e neste caso eu peguei no Washington Post de 13/04/2020.

    • Felix

      e os cientístas sérios defendem a pesquisa.

  • Arnaldo Façanha

    KKKKK CAIU ATIRANDO. TCHAU GOVERNO DO MS

  • cmobhz .

    Kkkkkkkkk! So rindo mesmo!