“Vermelho de carteirinha” não entrará no governo, diz secretário da Casa Civil

Banco de talentosbase do governoCarlos ManatoCasa Civilgoverno BolsonaroIlona SzabóOlavo de CarvalhoOnyx LorenzoniRicardo Velez RodriguezSérgio MoroToninho Wandscheer
Comentários (3)
Comentar
  • Eduardo

    Qual é o problema da pessoa ter uma opinião diferente? Se ele ou ela, mesmo não concordando 100% com as posições do governo, aceita e deseja trabalhar junto, sem almejar um levante mas sim de contribuir para um Brasil melhor, por que barrar essa pessoa? Entendo se eu for acusado de ingênuo, mas eu acho lamentável essa postura do governo de reservar os cargos apenas para quem concorda com eles. E – já me antecipando – minha crítica seria igual não importa o governo. O motivo é simples: quando se tem uma discussão saudável entre duas pessoas que pensam de forma diferente, mas que querem a mesma coisa, as chances de boas ideias surgirem são melhores do que todo mundo concordando feito robô. O atual Governo não só perde uma chance de ser melhor do que seus antecessores, que faziam a mesma coisa, como deixa de ser beneficiar com a pluralidade de opiniões e a criatividade. O Governo devia ser “para todos”, não apenas para quem já concorda com ele..

  • neli faria

    Se o o indicado for incompetente e “branco” entrará?Por aí se vê quanto é oportunista esse governo.

  • Roberto Cunha

    “O indicado terá que atender a critérios éticos”, disse o secretário. Em um Governo repleto de ministros enrolados com a Justiça, a fala dele é uma brincadeira …