Requalificar em vez de importar

BricsChinaciência e tecnologiaconstrução civileconomiaeconomia brasileiraengenheirosensino superiorFederação Nacional dos EngenheirosFNEFórumimportação de médicosÍndiamão de obra estrangeiraMinistério da Ciência e TecnologiaMurilo Celso de Campos PinheiroRússiasindicatos
Comentários (4)
Comentar