Projeto que facilita uso de agrotóxicos divide deputados e emperra na Câmara

agriculturaagronegócioagrotóxicosAlessandro Molonambientalistasbancada ruralistaCâmaraFPAIvan ValenteLuiz NishimoriMeio Ambientenilto tattopicturesPL do VenenoruralistasValdir colatto
Comentários (8)
Comentar
  • paulo1968

    O brasileiro hoje consome 7 litros de agrotóxicos por ano em sua alimentação. E querem aumentar.

  • Jorge Nicolau

    99,9% dos “ambientalistas” não passam de inocentes úteis nas mãos de ongs estrangeiras que tem interesses ocultos por trás de suas reivindicações. O Brasil é o maior consumidor de defensivos agrícolas? Óbvio que sim, pois é o país que tem a maior área agricultável e o único capaz de fazer até três ou quatro safras na mesma área no mesmo ano. Se considerarmos o volume de defensivos usados por cultura em relação à área específica, o Japão consome mais de 7X o que consumimos e com o detalhe que os japoneses são os habitantes deste planeta que tem a maior expectativa de vida.

    • VITAL

      Ô estúpido, baseado em qual fonte você cita o Japão? E outra, abe a localização geográfica do Japão, tipo de solo e culturas desenvolvidas por lá?
      e mais, o clima também influencia no tipo de proliferação de terminadas “pragas”, resultantes da monocultura… Aproveita o acesso à internet e vai estudar, pesquisar em fontes confiáveis.

    • Gilberto Castro de Souza

      Rapaz quanta besteira tu falou !

  • Fabrício Ribeiro Maia Resende

    Essa bancada ruralista é um o pior câncer que aflige o congresso nacional, sempre defendendo projetos duvidosos, fazendo lobbies suspeitos… Temos de fazer campanha maciça em todos os estados para que nenhum deputado ou senador da bancada ruralista seja reeleito!!! Não a flexibilização do registro de venenos no país!!

  • Robson01

    Essa bancada ruralista está sendo vergonhosamente comprada pela monsanto e outras fábricas de veneno, para nos empurrar goela abaixo essas porcarias banidas em países sérios. Esses ruralistas vendidos deveriam ser fuzilados em praça pública.

    • Paulo

      Essas atividades suspeitas no Congresso é um flagrante considerando que
      o titular da agricultura é um investigado e tentam lhes passar todo o poder de homologação. Considerando que a sessão é totalmente aberta à sociedade, não entendo por que a Justiça não tem o poder de enquadrá-los em ‘flagrante delito’ .

  • Paulo

    Assinar essa PL do veneno é o mesmo que cometer suicídio. Além dos alimentos de origem animal, logo as exportações de bens agrícolas sofrerão restrições no mercado exterior.