Operação da PF mira o empresário Joesley Batista, da JBS, e o ex-presidente do BNDES Luciano Coutinho

BNDESJoesley BatistaLuciano Coutinhopictures
Comentários (1)
Comentar
  • JORGE ALMADA

    Vejam foram R$ 1,2 Bilhões pelo ralo. Sugados pela CORRUPÇÃO. Além de gerar empregos no exterior pela compras de companhias.
    Entre 2006 e 2014, a JBS recebeu R$ 8,1 bilhões para comprar companhias no exterior e se tornar uma gigante no setor de carnes. Em troca, o banco se tornou sócio da empresa. A PF relata também que essas transações foram executadas sem a exigência de garantias e geraram um prejuízo de cerca de R$ 1,2 bilhão aos cofres públicos.
    A JBS é a segunda empresa no Brasil que mais deve a PREVIDÊNCIA SOCIAL, são R$ 1,8 bilhões.